Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Mudança de rumo de rede de notícias locais Patch gera debate sobre o futuro do jornalismo hiperlocal nos EUA




Sites de notícias hiperlocais como a rede Patch, do portal AOL, poderão não ser mais tão locais após a compra do Huffington Post pela AOL, argumentou o Street Fight, um site sobre "o negócio do hiperlocal".

Para Rick Robinson, a rede Patch está seguindo o modelo do Huffington Post e de outras "content farms" (empresas de internet que geram muito conteúdo) que trabalham para atrair muitos leitores e, assim, faturar alto com publicidade. Segundo Robinson, um editor do Patch admitiu que o foco em notícias e anúncios locais está mudando - e que o site já negocia com anunciantes de alcance nacional.

Embora o gigante da internet AOL tenha se comprometido a contratar 8 mil blogueiros e 800 repórteres, para não depender tanto de jornalistas independentes, o conceito e a prática do jornalismo hiperlocal estão sendo questionados últimamente.

Em artigo para o Business Insider, Nicholas Carlson questiona se o futuro do Patch.com é tão promissor e argumenta que, para dar certo, o site deve "demostrar que o tráfego local e geograficamente limitado é mais valioso do que o tráfego em escala nacional".

Na revista digital Slate, Jack Shafer também colocou em dúvida o futuro do Patch, afirmando que o jornalismo local praticado é deficiente. Além disso, ele afirmou que, ao que parece, "os usuários do Patch não são os clientes, mas os produtos". Lauren Kirchner já havia dito em março, na Columbia Journalism Review, que mesmo o termo "hiperlocal" estava saindo de moda e sendo desdenhado por sites focados em notícias locais.

A demissão de 700 funcionários do Gannett, grupo que edita 81 jornais nos EUA, em geral locais, em junho, gerou um efeito dominó. O site hiperlocal InJersey chegou ao fim, informou Poynter. Da mesma forma, o o site de notícias hiperlocais TBD.com mudou de foco no início do ano, trocando as notícias locais sobre política por entretenimento.

No entanto, Ted Mann, criador do InJersey, argumentou em seu último texto para o site que o jornalismo hiperlocal continua sendo viável: "Tomamos a difícil decisão de suspender a publicação de nosso blogs comunitários, mas sabendo que o movimento hiperlocal ao qual pertencíamos é tão vibrante e inovador como sempre".



No comments

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.






Assine aqui a nossa newsletter semanal!

Nome Completo

Email *
Selecione as listas que deseja subscrever
Boletim Semanal (Português)

Boletín Semanal (Español)

Weekly Newsletter (English)
email marketing
by activecampaign

Facebook

Comentários recentes