Knight Center
Knight Center

NOTICIAS DO CENTRO KNIGHT

Realidade virtual: nova forma de contar histórias faz sucesso entre participantes do ISOJ


Os participantes do Simpósio Internacional de Jornalismo Online (ISOJ na sigla em inglês) formaram longas filas durante esta sexta para provar a realidade virtual (VR) como uma plataforma para contar histórias.

Ray Soto, lider criativo de produtos de realidade virtual de Gannett Digital, ajuda as organizações de notícias a criar conteúdo RV para seus sites. Ele esteve no ISOJ para mostrar RV como ferramenta que os meios de comunicação querem utilizar.​

Para contar as histórias das famílias agrícolas em Iowa, Gannett criou The Des Moines Register, um entorno 3D utilizando um motor de vídeo-jogo para que os leitores possam recolher uma granja de quase 100 anos de antiguidade. Em alguns pontos da fazenda, os leitores podiam ver vídeos de 360 graus que foram elaborados na reportagem jornalística.

O vídeo esférico foi realizado com um conjunto de câmeras. Com o fim de criar o entorno 3D, as organizações de notícias precisam da ajuda de um desenvolvedor 3D ou de jogos. Todo o projeto levou cerca de dois meses para ser terminado, disse Soto.

“Esse foi todo um cenário 3D através do qual se podia caminhar”, assegurou Soto. “É caminhar nele, sentindo-se totalmente imerso, explorando a granja, mas ao mesmo tempo tendo estes vídeos esféricos que se podiam ver. Ou seja, tudo é muito similar às longas formas de narração”.

Os leitores que têm a sorte de possuir um óculos de realidade virtual Oculus Rift podem experimentar a completa experiência 3D, contudo, os usuários podem experimentar efeitos similares com os softwares existentes em seus computadores.

Soto disse que depois do projeto Harvest of Change, sentiu o desafio de produzir e publicar conteúdos de maneira mais rápida relacionados com notícias de última hora ou eventos esportivos.

O Cincinnati Enquirer utiliza este processo na cobertura da equipe de beisebol dos Cincinnati Reds para levar a seus leitores ao estádio junto aos jogadores.

Emblematic Group, uma empresa de realidade virtual, mostrou dois sistemas que podem ser usados para o “jornalismo de imersão”.

No primeiro, os usuários se sentam em uma cadeira e usam um capacete que sustenta um celular e um par de fones de ouvido. Eles são localizados em diferentes cenários, tais como o tiroteio de Trayvon Martin ocorrido em 2012 na Flórida.

O espectador vê primeiro imagens de vigilância que mostram Martin dentro de uma loja 7/11. Depois se vê uma recriação em 3D do complexo de apartamentos onde foram feitos os disparos. O espectador vê uma simulação de George Zimmerman em sua caminhonete branca e Martin com seu casaco preto enquanto escuta a chamada do 911 entre Zimmerman e o atendente. O resto da simulação em 3D ocorre do ponto de vista de três residentes que chamaram o 911; é possível escutar suas conversas interrompidas pelo som de disparos ao fundo.

O segundo sistema se desenvolveu de maneira similar, mas permite ao usuário caminhar e explorar o ambiente recriado. Neste cenário, o espectador passa por uma rua durante um bombardeio em Alepo, Síria, durante a guerra civil. Depois são levados a um campo de refugiados e a um banco de alimentos.

“Este é o próximo tipo de conteúdo que podem criar uma sensação de presença e de empatia que não é alcançável com qualquer outro tipo de conteúdo que está por aí”, disse Eren Aksu, diretora de vendas e chefe de desenvolvimento de negócios de Emblematic Group.

Esta foi a 16º edição anual do ISOJ, que ocorreu nos dias 17 e 18 de abril no Museu de Arte Blanton, no campus da Universidade do Texas em Austin, e foi transmitido ao vivo em espanhol (veja o vídeo aqui) e em inglês (veja o vídeo aqui).




"Bookmark






Assine aqui a nossa newsletter semanal!

Nome Completo

Email *
Selecione as listas que deseja subscrever
Boletim Semanal (Português)

Boletín Semanal (Español)

Weekly Newsletter (English)
email marketing
by activecampaign

Comentários recentes