Knight Center
Knight Center

NOTICIAS DO CENTRO KNIGHT

Correspondentes na Casa Branca vão encerrar o ISOJ com debate sobre como cobrir o presidente na era do Twitter


Como é cobrir um presidente que ultrapassa os modos tradicionais de comunicação e faz seus anúncios pelo Twitter? Como os correspondentes na Casa Branca navegam nesse novo paradigma e quais desafios este cenário representa em relação a seus empregos e ao acesso do público à informação?

Estas são algumas das questões que vamos explorar durante o painel do ISOJ "Cobrindo um presidente online: correspondentes na Casa Branca na era do Twitter".

O CEO e cofundador do Texas Tribune, Evan Smith, vai moderar esta conversa, que será realizada no sábado, 13 de abril, das 16h45 às 18h. O painel será o gran finale do 20º aniversário do ISOJ, que vai acontecer nos dias 12 e 13 de abril na Universidade do Texas, no Museu de Arte de Blanton, em Austin. (Você pode se inscrever aqui e conferir o programa aqui.)

Smith será acompanhado por um time estrelado de correspondentes na Casa Branca:

  • Yamiche Alcindor é correspondente na Casa Branca do programa PBS NewsHour e colaboradora em política da NBC News e da MSNBC. Ela já foi repórter nacional do The New York Times, cobrindo questões políticas e sociais, e também repórter do USA Today.
  • Kimberly Atkins é uma correspondente sênior da WBUR, cobrindo política nacional em Washington, DC, com foco no Estado de New England. Ela também é colaboradora da MSNBC, fornecendo análises e comentários sobre as notícias do dia da política nacional.
  • Jonathan Lemire é um repórter na Casa Branca para a Associated Press e analista político da MSNBC e da NBC News. Ele cobre o funcionamento e os dramas cotidianos do governo Trump, já entrevistou o presidente no Salão Oval, já viajou com o presidente para Oriente Médio, Ásia e Europa e recebeu atenção por suas perguntas na conferência de imprensa de Trump e Vladimir Putin, da Rússia, em seu encontro em julho de 2018 em Helsinque, na Finlândia.
  • Eli Stokols é um repórter na Casa Branca da sucursal do Los Angeles Times em Washington, D.C. Ele já trabalhou no Politico e no Wall Street Journal, onde cobriu a campanha presidencial de 2016 e a Casa Branca de Trump.

Os panelistas vão falar sobre suas experiências cobrindo um presidente que se refere à imprensa como o “inimigo do povo” e vão compartilhar reflexões sobre como o papel dos correspondentes na Casa Branca evoluiu na era digital e sob o governo Trump.

"Este é um momento muito diferente para fazer este trabalho do que há uma década", disse Smith. "Não há dúvida de que a confiança desse presidente no Twitter e nas comunicações não tradicionais mudou o cálculo que as organizações de notícias fazem em termos de responsabilizá-lo e em reportar sobre o que ele faz."

Smith disse que espera que os participantes saiam com uma melhor compreensão de como a relação entre os políticos e a imprensa está mudando - e por que isso importa não apenas para as redações, mas para a sociedade como um todo.

“A realidade é que estamos vivendo em um mundo onde cada vez mais a tensão entre a imprensa e a Casa Branca está em um ponto elevado, e é uma característica definidora de tudo o que fazemos e tudo o que nós, como cidadãos, vemos no mundo”, disse Smith. "Quanto mais entendermos como esse relacionamento evoluiu, e quanto mais entendermos os desafios de cobrir uma Casa Branca como essa, mais poderemos compreender os impedimentos à cidadania ponderada ou as ameaças à democracia."

O foco do painel - a cobertura de um presidente online na era do Twitter - se encaixa com outros painéis presentes no ISOJ deste ano, onde se pretende refletir sobre a evolução do jornalismo online nas últimas duas décadas e explorar o que está por vir.

“Há 20 anos, acompanhamos o desenvolvimento do jornalismo online nos Estados Unidos e em todo o mundo”, disse o fundador e presidente do ISOJ, Rosental Alves. “Pela primeira vez, temos um presidente online, que está sempre no Twitter, que mudou a dinâmica do relacionamento da Casa Branca com a imprensa, às vezes de maneira muito hostil. Por isso, é natural que tenhamos criado esse painel e estejamos trazendo repórteres baseados na Casa Branca para discutir essa nova situação com Evan Smith, um líder do jornalismo no Texas. Eu mal posso esperar por esta sessão fascinante, que será um grand finale do 20º ISOJ.”




"Bookmark


Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign