Knight Center
Knight Center

NOTICIAS DO CENTRO KNIGHT

Com participação recorde, ISOJ destacou a evolução da mídia e a inovação nas redações


Um número recorde -- 296 -- de jornalistas, executivos de mídia, especialistas em tecnologia e acadêmicos de 22 países do mundo todo se inscreveram para o 13º Simpósio Internacional de Jornalismo Online (ISOJ), que aconteceu na sexta e no sábado, 20 e 21 de abril, na Universidade do Texas em Austin. Palestrantes da original conferência anual, que reúne perspectivas da indústria e pesquisas acadêmicas, destacaram a constante evolução do ambiente midiático e a necessidade de mais inovação no jornalismo.

Como Rosental Calmon Alves, organizador do Simpósio e diretor do Centro Knight para o Jornalismo nas Américas, observou durante a sessão de abertura de sexta de manhã, o jornalismo, graças à avalanche digital, está passando de um ecossistema do tipo desértico a um do tipo florestal, abundante. “A evolução da transição da escassez para a abundância é realmente do que esta conferência trata”, disse Alves.

Da mesma forma, durante a primeira fala da conferência, Richard Gingras, diretor de produtos informativos do Google, fez um chamado para uma completa reformulação do jornalismo, pois “o ritmo de mudança tecnológica não se reduzirá. Se pensarmos que estamos nos movendo de um ponto estático a outro similar, vamos nos decepcionar, pois a mudança é contínua”.

Além de Gingras do Google, simpósio deste ano (ver o programa completo aqui) também incluiu palestras de Jim Moroney, editor e CEO do The Dallas Morning News, Bob Metcalfe, professor de inovação e Murchinson Fellow of Free Enterprise da Universidade do Texas em Austin, que falou sobre como rentabilizar o jornalismo online e Raju Narisetti, editor-chefe do Wall Street Journal Digital Network, que discutiu a interseção de conteúdo e tecnologia na redação.

Outros painéis apresentados ao longo do simpósio abordaram o impacto das mídias sociais no jornalismo, a necessidade de mais inovação e empreendedorismo em jornalismo, as últimas tendências em tecnologias móveis, a criação de histórias baseadas em dados, o uso da tecnologia para envolver os leitores e a melhor maneira de atrair leitores.

Amy Schmitz Weiss, coordenadora de pesquisa do ISOJ e professora assistente na Escola de Jornalismo e Estudos de Mídia da Universidade Estadual de San Diego, compilou uma lista de cinco tendências identificadas durante o simpósio, junto com algumas dicas do ISOJ, para ajudar a inspirar jornalistas: diversificar fundos de receita, construir relacionamentos com o público, ir além da visualização de dados, examinar a arquitetura de conteúdo das suas organizações de notícias e promover educação e formação.

Durante o simpósio, participantes enviaram milhares de tweets usando as hashtags #ISOJ12 e #ISOJ (veja neste Storify a compilação de mensagens via Twitter de alguns paineis do ISOJ) e centenas de jornalistas de diversos países seguiram a conferência ao vivo, por streaming. Este ano também houve o lançamento da terceira edição do #ISOJ research journal.

"Ter uma revista acadêmica revisada por pares com uma conferência que também tem uma alta participação de profissionais de jornalismo é realmente algo que você não vê muitas vezes, porque o mundo da indústria e o mundo acadêmico normalmente são paralelos", disse Alves. "Mas nós os misturamos, o que torna o simpósio tão singular."

Especialistas da indústria que participaram do ISOJ este ano incluem representantes do Nieman Journalism Lab, da Universidade de Harvard; CNN Mobile; Chicago Tribune Media Group; Los Angeles Times; Knight Center for Digital Media Entrepreneurship, da Universidade Estadual do Arizona; LinkedIn; Guardian News e Media do Reino Unido; Winnipeg Free Press do Canadá e jornal O Globo do Brasil.

Os acadêmicos que se apresentaram são proveninentes de variadas universidades, como Missouri (EUA.), Loyola (EUA), Colorado em Boulder (EUA), Oxford (Reino Unido), Columbia Britânica (Canadá), La Trobe (Austrália), Neuchâtel (Suiça), Amsterdam (Países Baixos), Canterbury (Nova Zelândia), além do Centro Universitário Estácio Radial de São Paulo (Brasil) e, é claro, a instituição anfitriã, a Universidade de Texas en Austin.

Veja aqui a lista completa dos participantes e os títulos dos trabalhos que serão apresentados. Os resumos em inglês das pesquisas estão disponíveis aqui. Leia mais sobre os painéis profissionais e os oradores principais aqui.

O Simpósio Internacional de Jornalismo Online foi possível graças a um generoso patrocínio da Fundação Knight , da Fundação Scripps Howard, da Open Society Foundations, e do The Dallas Morning News.

Trata-se de um programa da Cátedra Knight de Jornalismo, da Cátedra Unesco de Comunicação da Universidade do Texas e do Centro Knight para o Jornalismo nas Américas na Escola de Jornalismo da Faculdade de Comunicação da Universidade do Texas em Austin.

The International Symposium on Online Journalism 2012 from UT College of Communication on Vimeo.

"Bookmark


Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign