Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

SIP e Abraji realizam curso de jornalismo de risco no Rio de Janeiro



Para marcar os 10 anos após a morte do jornalista Tim Lopes, torturado e assassinado enquanto fazia uma matéria numa favela carioca, a Sociedade Interamericanda de Imprensa (SIP) e a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) promoverão um seminário sobre jornalismo de risco nos dias 31 de maio e 1º de junho, no Rio de Janeiro.

Intitulado "Jornalismo de risco no Brasil: Tim Lopes, 10 anos depois", o seminário pretende questionar as causas de morte de jornalistas no Brasil e quais medidas podem ser tomadas para evitar agressões. Em 2012, o Centro Knight já registrou seis assassinatos de jornalistas no país.

A ascenção de crimes contra jornalistas fez o Brasil cair 41 posições na Classificação Mundial da Liberdade de Imprensa 2011-2012, divulgada pela organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF), deixando o país na 99ª posição.

Em 2011, o Brasil ficou atrás apenas do México em mortes de jornalistas na América Latina, em ranking divulgado pela SIP. Ainda assim, o governo brasileiro decidiu bloquear uma proposta das ONU que promoveria a segurança de jornalistas e ajudaria a frear a impunidade em crimes contra a categoria. O Plano de Ação da ONU pela Segurança de Jornalistas e o Tema da Impunidade, como é chamada a proposta, foi apresentado na última segunda-feira, 21 de maio, no primeiro dia do 10º Fórum de Austin de Jornalismo nas Américas.




Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook