Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Novo manual ajuda jornalistas de negócios a produzir melhores matérias sobre governança corporativa




Um manual recém-lançado mostra aos jornalistas como cobrir melhor o mundo dos negócios e modos de perceber tendências nas atividades financeiras das empresas que podem levar a matérias de maior impacto.

Escrito pelo Centro Internacional para Jornalistas e pelo Fórum Global de Governança Corporativa da Corporação Financeira Internacional, o manual “Who’s Running the Company: A Guide to Reporting on Corporate Governance” ("Quem administra a empresa: um guia para reportagens sobre governança corporativa") mostra como repórteres podem olhar para além dos demonstrativos financeiros e tabelas de uma empresa e buscar matérias de impacto na forma como as corporações operam.

Um dos objetivos do manual é ajudar jornalistas de negócios a "prestar atenção à liderança das empresas e perguntas se os diretores e a administração estão tomando as decisões certas, e como suas ações estão ligadas às tarefas da empresa”.

“Governança corporativa é o elemento principal do que dá certo ou errado nos negócios. Entendê-la é vital para um bom jornalismo de negócios”, disse John Plender, editor colaborador do jornal Financial Times e membro do Fórum Global de Governança Corporativa.

Entre as dicas para jornalistas de negócios estão como definir melhor a governança coporativa, fazer mais contatos numa reunião de acionistas de uma empresa e identificar irregularidades potenciais na papelada de uma empresa.

O guia também oferece informações sobre empresas estatais e de família, sobre a composição da diretoria de empresas e sua relação com os acionistas, e também como escrever matérias melhores sobre eventos financeiros, para que sejam mais acessíveis aos leitores.

A cobertura de negócios e acordos financeiros tem se tornado cada vez mais importante desde a recessão econômica global de 2008. Dean Starkman, editor do livro “The Best of Business Writing 2012” ("Os melhores textos sobre negócios 2012"), explica a importância do jornalismo de negócios na introdução do livro, na qual afirma que “a crise nos lembra que, numa democracia, não é suficiente entender apenas eventos e atores políticos, mas também os econômicos e financeiros.”



No comments

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.


Assine o boletim semanal

Receba nosso boletim semanal sobre jornalismo nas Américas.

Escolha seu idioma:

English
Español
Português

Por favor, digite seu e-mail:

Facebook

Comentários recentes