Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Parlamentares cogitam proposta de prisão para quem divulgar informações falsas sobre violência em estado mexicano




Parlamentares do estado mexicano de Veracruz cogitam uma proposta de reforma do código penal estadual, para estipular uma pena de um a quatro anos de prisão para quem tentar perturbar a ordem pública com a publicação de rumores infundados sobre emergências e fatos violentos, informou o site Animal Político.

A proposta de modificação do Artigo 373 do Código Penal de Veracruz surgiu depois de dois usuários do Twitter e do Facebook serem presos por "disseminar o pânico" com a divulgações de falsas informações sobre um tiroteio na cidade de Xalapa, em agosto de 2011.

Para a revista Proceso, a proposta vai inibir os cidadãos que usam as redes sociais para alertar sobre tiroteios, a presença de grupos armados ou assassinatos no estado.

Tanto a Suprema Corte, como a Comissão Nacional de Direitos Humanos fizeram recomendações para o texto pendente de aprovação na Assembleia Legislativa, segundo o El Universal.

Veracruz é considerado o local mais perigoso para o exercício do jornalismo no México. Entre 2011 e 2012, nove jornalistas foram assassinados no estado.



No comments

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.


Assine o boletim semanal

Receba nosso boletim semanal sobre jornalismo nas Américas.

Escolha seu idioma:

English
Español
Português

Por favor, digite seu e-mail:

Facebook

Comentários recentes