Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Após críticas, universidade americana readmite estudante de jornalismo suspenso sob acusação de difamação e ameaças



A State University of New York, em Oswego, levantou polêmica por suspender – e depois readmitir – um estudante de jornalismo que deliberadamente se identificou de forma errada ao contactar fontes para um trabalho da faculdade, informou o Poynter. Muitos consideraram a punição dura demais.

No mês passado, Alex Myers, um estudante de intercâmbio australiano, entrou em contato com diversos treinadores de hockey para uma matéria sobre o técnico da SUNY Oswego, Ed Gosek. Em seus e-mails, Myers se identificou como membro do departamento de comunicação da universidade, no qual estagiou recentemente. Segundo a Foundation for Individual Rights in Education (FIRE), Myers mandou a seguinte mensagem:

Meu nome é Alex Myers e trabalho no Departamento de Comunicação da SUNY Oswego.

Estou escrevendo um perfil do treinador de hockey da Oswego State, Ed Gosek, e gostaria de ter declarações de adversários sobre o sr. Gosek.

Caso tenha tenha tempo, poderia responder as seguintes questões:

1. Como é enfrentar o sr. Gosek?

2. Teve alguma interação com o sr. Gosek fora das quadras? Caso tenha tido, o que achou dele?

3. Como é a revilidade entre seu time e o da Oswego State?

Diga o que não acha de positivo no sr. Gosek

Uma das pessoas que recebeu o e-mail, o treinador da Cornell, Michael Schafer, respondeu a mensagem e chamou a última frase de “ofensiva,”, segundo o Huffington Post. No dia seguinte, a presidente da SUNY Oswego, Deborah Stanley, mandou uma carta para Myers, informando que ele havia sido suspenso e que deveria deixar seu dormitório. Ele foi acusado de “desonestidade” e de conduta inadequada, incluindo difamação, assédio, intimidação e ameaças.

Myers pediu ajuda à FIRE, que enviou uma carta à SUNY, questionando as acusações contra o estudante.

“Que fique claro: as alegações da SUNY Oswego de que o e-mail de Myers constituiria difamação, ameaças, intimidação e assédio não têm fundamento e, por isso, as acusações baseadas nesses argumentos devem ser retiradas”.

Segundo o Poynter, a universidade acabou readmitindo Myers e, como forma alternativa de punição, pediu que ele escrevesse um pedido de desculpas ao treinador Gosek e um texto sobre o que ele aprendeu com essa experiência.

Em sua coluna no Huffington Post, Creely defendeu Myers: “Como qualquer jornalista que se preze, Alex Myers […] estava apenas tentanto conseguir boas aspas”.

Nick Graziano, editor responsável do jornal universitário da SUNY, o The Oswegonian, disse ao Poynter: “Muitas pessoas, especialmente eu mesmo, acham que a universidade exagerou. Ele errou ao dizer que era do Departamento de comunicação. Mas acho que já vi casos piores do que esse. Já vi pessoas inventando aspas - e tudo o que elas precisaram fazer foi escrever um pedido de desculpas”.



No comments

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.


Assine o boletim semanal

Receba nosso boletim semanal sobre jornalismo nas Américas.

Escolha seu idioma:

English
Español
Português

Por favor, digite seu e-mail:

Facebook

Comentários recentes