Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Dois jornalistas são presos no México sob acusação de vínculos com criminosos




Dois jornalistas foram presos e acusados de ligação com criminosos no estado mexicano de Aguascalientes. Tratam-se dos casos mais recente de acusações contra profissionais da imprensa por associação com traficantes do estado nos últimos dois anos.

Quatro jornalistas já foram acusado de associação criminosa no estado, segundo o El Sol del Centro.

No dia 11 de novembro, um jornalista foi rpeso em Aguascalientes e transferido para uma prisão distante, em Ciudad Juárez, informou o Diario de Juárez. Esteban Bonilla, repórter e fotógrafo do Tribuna Libre e do Página 24, foi detido enquanto trabalhava, ao passar perto da sede da polícia, informou o portal Terra.

Segundo as autoridades, foram reveladas ligações entre diversos jornalistas e a facção criminosa La Oficina, acrescentou o El Heraldo. Bonilla teria recebido um telefone de um suposto sequestrador detido pela polícia.

Dias antes, em 8 de novembro, Alejandro González Muñoz, diretor do semanário El Circo, havia sido preso. O jornalista foi detido em casa, em Aguascalientes, e também transferido para uma prisão em Ciudad Juárez, de acordo com o Milenio. Segundo a polícia, quatro supostos criminosos identificaram o profissional como membro do grupo La Oficina. Porém, fala-se que sua prisão pode ter sido motivada por críticas à Procuradoria-Geral de Justiça, acrescentaram o Milenio e o La Jornada de Aguascalientes. O site El Circo deixou de ser atualizado desde a prisão do jornalista.

Até agora, nenhuma organização jornalística acompanha os quatro casos. No entanto, a Artigo 19 pediu que uma investigação exaustiva seja feita, incluindo provas contundentes, não apenas declarações de terceiros.

O secretário de Governo de Aguascalientes descartou que as prisões sejam um ataque à liberdade de imprensa, segundo o La Jornada de Aguascalientes.

Os casos de Aguascalientes não são os únicos de acusação de ligação entre jornalistas e criminosos no México. Em Veracruz, as autoridades já declararam que assassinatos de jornalistas teriam relação com os vínculos deles com o crime organizado.

Veja o texto completo deste artigo, em espanhol, aqui.



No comments

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.


Assine o boletim semanal

Receba nosso boletim semanal sobre jornalismo nas Américas.

Escolha seu idioma:

English
Español
Português

Por favor, digite seu e-mail:

Facebook

Comentários recentes