Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Colômbia tira nota baixa em levantamento sobre luta contra a impunidade em casos de agressão contra a imprensa



A luta contra a impunidade nos casos relacionados à imprensa foi o item no qual a Colômbia recebeu a pior pontuação, segundo os resultados apresentados no lançamento do primeiro Índice de Liberdade de Expressão e Acesso à Informação Pública, informou o portal da Fundação para a Liberdade de Imprensa (FLIP).

Segundo a FLIP, dos 23 casos de agressões a jornalistas envolvendo agentes do estado em 2011, apenas três levaram a processos disciplinares. A situação é ainda pior em regiões como a de Antioquia (Noroeste do país), onde o trabalho dos jornalistas locais é comparado ao de correspondentes de guerra, acrescentou o diário El Espectador.

O levantamento, realizado pelo Proyecto Antonio Nariño (PAN), analisou 42 variáveis em quatro dimensões: acesso à informação, impunidade, ambiente legal e político para a liberdade de imprensa e agressões diretas a jornalistas, explicou o jornal El Tiempo. A avaliação de cada dimensão, entre zero e cem, também revelou que, em relação à liberdade de expressão, a Colômbia também não foi bem, pois teve apenas 50,3 pontos. O mínimo aceitável é 60, segundo explicou o responsável pelo estudo ao El Tiempo.

A dimensão mais bem avaliada foi a de Agressões Diretas, com 74,8 pontos. Porém, para os responsáveis pelo levantamento isso se deve ao uma mudança na forma como se dão as agressões: na Colômbia, em vez de matar os profissionais, estão assustando-os com agressões e processos.

 



No comments

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.


Assine o boletim semanal

Receba nosso boletim semanal sobre jornalismo nas Américas.

Escolha seu idioma:

English
Español
Português

Por favor, digite seu e-mail:

Facebook

Comentários recentes