Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Cuba volta à lista de países com jornalistas presos em 2012




Um jornalista preso em Cuba é o único da América Latina que aparece na lista de jornalistas presos em 2012 elaborada pelo Centro de Proteção para os Jornalistas (CPJ). Contudo, este censo não inclui outro jornalista cubano sentenciado a 14 anos de prisão pelo crime de espionagem.

Segundo o CPJ, 232 jornalistas estão presos no mundo, o número mais alto desde que começou a realizar este levantamento, em 1990. Na maioria dos casos, os jornalistas presos em 2012 foram acusados por delitos relacionados com a segurança nacional, como terrorismo, subversão e traição, o que ocorre com 49 jornalistas presos na Turquia, país que registra o maior número de repórteres presos no mundo.

Em sete dos 10 países com mais jornalistas presos predomina a religião muçulmana, embora alguns sejam estados laicos: Turquia, Irã, Eritreia, Síria, Azerbaijão, Uzbequistão e Arábia Saudita. A lista também inclui outros países não árabes como China, Vietnã e Etiópia.

“Tirando Cuba, o CPJ não documentou nenhum outro caso de jornalista preso nas Américas, onde o encarceramento de jornalistas é cada vez menos usual”, observou o relatório.



No comments

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.


Assine o boletim semanal

Receba nosso boletim semanal sobre jornalismo nas Américas.

Escolha seu idioma:

English
Español
Português

Por favor, digite seu e-mail:

Facebook

Comentários recentes