Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Governo do México muda política de comunicação de prisões de supostos traficantes





Em junho de 2012, as autoridades mexicanas prenderam uma outra pessoa como sendo o filho de 'Chapo' Guzmán, o narcotraficante mais procurado do México. Fonte: El Universal

O governo federal do México anunciou uma mudança em sua política de comunicação sobre prisões de supostos criminosos, informou a agência Notimex. A equipe do novo presidente Enrique Peña Nieto acabará com a apresentação dos acusados para a imprensa para evitar uma “apologia ao crime”.

No mandato de Felipe Calderón (2006-2012), costumava-se realizar coletivas de imprensa para apresentar os supostos criminosos, antes mesmo do início do julgamento dos crimes de que eram acusados.

Informaremos com um tom neutro e vamos nos referir às pessoas (supostos criminosos) por seus nomes e sobrenomes, como qualquer outro cidadão", disse o subsecretário de Mídia da Secretaria de Governo (Segob), Eduardo Sánchez Hernández , à agência Notimex.

Além disso, a nova estratégia de comunicação prevê o fim da referência aos criminosos mais procurados por apelidos ou pelas organizações às quais pertecem, acrescentou a Notimex.

“'É sempre muito arriscado expor à imprensa as pessoas detidas, que são supostos criminosos”, opinou o jornalista da revista Proceso, Jenaro Villamil ao Centro Knight para o Jornalismo nas Américas. No entanto, a mudança poderá ficar apenas no discurso. Para ele, a violência no México continua tirando muitas vidas em 2013.

“Calderón queria transformar o crime organizado em um ‘Western’ e Peña Nieto quer transforma-lo em um spot silencioso, para não fazer muito barulho”, opina o professor de jornalismo.



No comments

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.


Assine o boletim semanal

Receba nosso boletim semanal sobre jornalismo nas Américas.

Escolha seu idioma:

English
Español
Português

Por favor, digite seu e-mail:

Facebook

Comentários recentes