Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Na Argentina, denúncia de 'boicote' a jornais por alegada proibição de publicidade causa polêmica



A denúncia feita por editores de jornais da Argentina sobre um possível "boicote" contra eles em relação à publicação de anúncios, supostamente liderado pelo governo, causou polêmica no país, segundo a EFE.

A Comissão Empresarial de Meios de Comunicação Independentes (Cemci) afirma que o governo "pressiona" os supermercados e as lojas de eletrodomésticos para não divulgar anúncios em jornais, rádios e TVs, segundo o Clarín.

O governo teria feito um acordo com essas empresas para congelar os preços durante um período de dois meses, até 1 de abril, como forma de combater a alta da inflação no país, explicou o portal Nueva Tribuna. Mas o veto se aplicaria apenas ao jornais de Buenos Aires, cidade onde estão os veículos mais críticos do governo, como o Clarín, o La Nación e o Perfil.

A Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) considerou a medida mais um ataque à liberdade de imprensa, agora com uma perseguição financeira.

O governo negou a proibição e acusou o Clarín de inventar a informação, de acordo com o portal Cronista.



No comments

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.


Assine o boletim semanal

Receba nosso boletim semanal sobre jornalismo nas Américas.

Escolha seu idioma:

English
Español
Português

Por favor, digite seu e-mail:

Facebook

Comentários recentes