Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Veículos de alcance nacional do México reduzem cobertura sobre violência e crime organizado, segundo estudo




Um relatório do Observatório do Acordo de Mídia revela que meios de comunicação do México cortaram notavelmente a cobertura sobre o crime organizado desde que o presidente Enrique Peña Nieto asumiu o poder, em 1 de dezembro de 2012.

Palavras como “assasinato, crime organizado e narcotráfico” apareceram com muito menos frequência (50%) nos jornais da Cidade de México entre dezembro do ano passado e fevereiro deste ano, em comparação com o mesmo período anterior. As emissoras de TV também cortaram a palavra "assassinato" em 70% e "narcotráfico" em 44%, segundo a Campanha para a Liberdade de Expressão.

Nos veículos de alcance nacional da capital do país predominou a cobertura sobre assuntos como o Pacto pelo México e a reforma educativa, enquanto os regionais  seguiram cobrindo a violência. 

Segundo o relatório, “a mudança na agenda governamental transformou a cobertura da mídia a respeito dos fatos relacionados ao crime organizado e à violência”. 

Isso significa que a imprensa da capital aceitou sem questionar a mudança na estratégia de comunicação do governo federal, que deixou de apresentar presos acusados de ligação com o crime organizado, destaca o informe. 

A Artigo 19 também destacou em relatório um aumento no número de ataques contra meios de comunicação nos estados de Coahuila e Chihuahua, ainda não esclarecidos, destacou a CNN México. 



Temas:


Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook