Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Caricaturas são leiloadas na Cidade do México para apoiar jornalistas deslocados por ameaças de morte




Um grupo de caricaturistas participarão na sexta, 14 de junho, de um leilão de caricaturas políticas para beneficiar nove jornalistas mexicanos que precisaram deixar seu lugar de origem devido a ameaças contra sua vida ou a de seus familiares e que atualmente vivem refugiados na Cidade do México. A iniciativa foi feita pelas organizações Repórteres Sem Fronteiras, Rede de Jornalistas a Pé e a revista El Chamuco.

“São jornalistas que saem (de seu lugar de origem) sem roupa, dinheiro ou trabalho”, explica Marcela Turati, da Rede de Jornalistas a Pé.

O leilão acontece no dia 14 às 19h na sede de Rompeviento TV, na rua Milán 20, em Juárez, Cidade do México. O custo de entrada é de 80 pesos e os lucros serão divididos entre nove jornalistas deslocados.

Una de las ilustraciones del caricaturista Boligán que estará en subasta el viernes 14 de junio.

Entre eles está o caricaturista veracruzano Rafael Pineda, Rapé, que em setembro de 2011 encontrou uma mensagem em seu pára-brisas que dezia “Calado”, o que o fez vender todas as suas coisas e se mudar para Cidade do México. “Leva tempo começar do zero e construir todo o necessário para viver de maneira digna”, afirma. 

Sem laços familiares nem contatos, os jornalistas deslocados enfrentam sozinhos o trauma sofrido, as dificuldades para pagar uma moradia, e uma dura concorrência laboral nos meios da capital, segundo relata Turati.

Uma investigação do diário El Universal revelou que uns 50 jornalistas do interior do país buscaram refúgio na capital entre 2010 e 2012, mas sem apoio, terminaram voltando às suas cidades apesar dos riscos.

Em alguns casos, os correspondentes de meios nacionais se mudam temporariamente à sala de notícias em Cidade do México após receber ameaças, mas esta medida de proteção é insuficiente. “Não recebem apoio psicológico apesar de terem visto colegas assassinados ou sequestrados”, explica Turati. “Eles se tornam problemáticos em redações e acabam desistindo", acrescenta.

Tanto o governo da Cidade do México como o federal tem programas para apoiar jornalistas ameaçados, contudo, a ajuda é ineficiente devido aos trâmites e requisitos burocráticos, segundo Rapé. “A ajuda oficial só consegue desesperar os desesperados”, critica.

O leilão incluirá trabalhos dos caricaturistas mexicanos Naranjo, Boligán, Patricio, Rius, El Fisgón, Helguera, Hernández e Rapé.



No comments

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.






Assine aqui a nossa newsletter semanal!

Nome Completo

Email *
Selecione as listas que deseja subscrever
Boletim Semanal (Português)

Boletín Semanal (Español)

Weekly Newsletter (English)
email marketing
by activecampaign

Facebook

Comentários recentes