Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Corpo de jornalista sequestrado em Honduras é encontrado e sobe para 29 o número de assassinatos no país desde 2009




O corpo esquartejado do jornalista hondurenho de televisão, Aníbal Barrow, foi identificado em 10 de julho após uma busca de 16 dias, segundo o Ministério Público de Honduras. 

Anibal Barrow. Foto: La Prensa.

O apresentador do programa matutino 'Aníbal Barrow y Nada Más' do canal local Globo TV foi sequestrado a bordo de seu veículo em 24 de junho. Um dia antes do sequestro, o jornalista havia entrevistado um candidato da oposição para as eleições gerais que acontecerão em novembro.

De acordo com as autoridades, os autores do crime assassinaram o jornalista com uma arma de fogo, queimaram parcialmente o corpo e depois o esquartejaram para abandoná-lo em bolsas de plástico próximo a plantações de cana.

"Este crime horrendo intimida todos os jornalistas de Honduras. Instamos as autoridades a esclarecer este crime, achar os responsáveis e determinar se foi motivado ou não pelo exercício profissional", disse à agência Reuters o presidente do Sindicato de Jornalistas de Honduras, Juan Mairena.

As autoridades prenderam no dia 5 de julho quatro pessoas ligadas ao sequestro e ao assassinato do jornalista e informaram que existem ordens de prisão contra outros quatro suspeitos, segundo La Prensa.

Barrow é parte agora de uma lista de 36 jornalistas assassinados em Honduras desde 2003, dos quais 29 a partir do golpe de Estado de 28 de junho de 2009. O jornal La Prensa denunciou que só seis desses casos foram julgados.




Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook