Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Primeira edição do Prêmio Gabriel García Márquez reconhece trabalho de jornalistas do México, Nicarágua, Brasil e Colômbia



Após haver recebido 1.379 inscrições de trabalhos da América Latina e da Península Ibérica, o Prêmio Gabriel García Márquez de Jornalismo anunciou nesta quinta, 21 de novembro, os ganhadores de sua primeira edição. Eles são os jornalistas Alejandro Almazán, Esteban Felix, Lucio Castro e Olga Lucía Lozano.

Almazán ganhou na categoria crônica e reportagem por sua matéria na revista Gatopardo “Carta desde la Laguna”, que reconstroi os conflitos desde 2005 entre o cartel de Sinaloa e Los Zetas pelo controle da zona metropolitana nortenha conhecida como La Laguna.

Felix recebeu o prêmio de melhor imagem jornalística por sua série fotográfica “Azúcar Amargo”, que documenta as mortes em Chichigalpa, Nicarágua, por uma misteriosa epidemia que já matou mais de 24 mil pessoas em El Salvador e Nicarágua desde o ano 2000.

Castro foi reconhecido na categoria de cobertura noticiosa por sua reportagem “Memórias do Chumbo – O futebol nos tempos do Condor” (Clique aqui para ver a segunda parte e aqui para a terceira). A investigação trata do uso do futebol como ferramenta de propaganda das ditaduras militares do continente entre as décadas de sessenta e oitenta.

Finalmente, Lozano foi ganhadora na categoria de inovação pelo Projeto Rosa do veículo La Silla Vacía. O Projeto Rosa detalha em profundidade, por meio de várias plataformas e linguagens, a aplicação da lei de vítimas na Colômbia.

Os ganhadores e os finalistas em cada categoria receberam um prêmio de 15 mil e 2,5 mil dólares, respectivamente.

Também como parte das premiações, a jornalista investigativa Giannina Segnini recebeu um reconhecimento especial pela excelência de seu trabalho. Segnini é a editora da unidade de investigação do jornal costarriquenho La Nación e foi premiada por suas contribuições ao jornalismo de investigação e ao avanço da profissão através do uso de novas tecnologias.

O Prêmio Gabriel García Márquez de Jornalismo, inspirado na visão jornalística do aclamado autor e na recente nomeação de Medellín como a cidade mais inovadora do mundo pelo Wall Street Journal, foi criado para reconhecer os melhores trabalhos jornalísticos em espanhol e português no continente americano e na península ibérica. Segundo a Fundación Gabriel García Márquez para el Nuevo Periodismo Iberoamericano, organizadora do evento, o prêmio tem “o objetivo de oferecer a mais importante distinção para incentivar a busca da excelência, a inovação e a coerência ética”. 

A comemoração do prêmio também inclui outras atividades para o público em geral como conferências, workshops e exposições que acontecerão até o dia 22 de novembro. Clique aqui para acompanhar as atividades por transmissão ao vivo. 

Veja abaixo entrevistas com os quatro ganhadores:

Alejandro Almazan via FNPI no Vimeo.

 

Leon Esteban Felix via FNPI no Vimeo.

 

Lucio Castro via FNPI no Vimeo.

 

Proyecto Rosa via FNPI no Vimeo.




Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook