Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Três jornalistas de rádio são alvos de ameaças de morte na Colômbia




Guaviare department in Colombia. Image via Wikipedia.

Três jornalistas de rádio em Guaviare, Colômbia, receberam ameaças de morte pela cobertura de uma eleição que poderia destituir o governador do estado. Segundo o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ), Erika Londoño, Gustavo Chicangana e Jorge Ramírez receberam as intimidações por várias mensagens de texto que foram enviadas ao telefone de Londoño.

Os três jornalistas trabalham para Caracol Radio Guaviare, segundo a CPJ. O governador do estado, José Octaviano Rivera, condenou as ameaças; contudo, anteriormente havia criticado a estação de rádio por associá-lo com práticas anti-democráticas. Em um incidente prévio que ocorreu após uma investigação da Procuradoria Geral da Nação contra Rivera, a emissora de rádio e o governador apresentaram ações na justiça por difamação um contra o outro que ainda não foram julgadas.

A Fundação para a Liberdade de Imprensa (FLIP) fez um chamado à Unidade Nacional de Proteção do Ministério Público para que dê proteção aos três jornalistas. A CPJ apontou que Londoño recebeu este tipo de proteção no ano passado após uma série de amenaças parecidas.

De acordo com a FLIP, "nestas circunstâncias, é necessário que as autoridades e os setores políticos que participam da disputa eleitoral manifestem seu rechaço às ameaças contra a imprensa no estado de Guaviare. Do contrário, existirá a hipótese de que movimentos políticos toleram as ameaças à imprensa, o que gera consequências negativas para que se apresente um sufrágio livre e informado".

A situação da imprensa na Colômbia piorou recentemente. Em 2013, várias ameaças foram reportadas e o jornalista Édison Alberto Molina foi assassinado por causas relacionadas ao seu trabalho.




Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook