Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Cinegrafista colombiano é morto a tiros após meses recebendo ameaças




Dois homens armados mataram a tiros Yonni Steven Caicedo, um cinegrafista colombiano de 21 anos de idade que trabalhava para a TV Noticias e a Más Notícias. O crime ocorreu em 19 de fevereiro na cidade de Buenaventura, de acordo com a Fundação de Liberdade de Imprensa (FLIP).

Caicedo começou a receber ameaças de morte há sete meses, o que o obrigou a fugir de Buenaventura por um tempo, segundo a organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF). Ele tinha voltado para a cidade no mês passado.

Embora a polícia tenha encorajado o jornalista a deixar Buenaventura e oferecido alguma proteção inicial, RSF criticou as autoridades por não continuar a protegê-lo.

"A polícia está bem ciente de que o ambiente em que os jornalistas operam é um campo minado. Aqueles investigando o assassinato do jornalista devem considerar seriamente a possibilidade de que o motivo esteja relacionado com o seu trabalho ", disse Camille Soulier, responsável pelo Escritório Américas da RSF.

A Agência de Proteção Nacional da Colômbia (UNP) condenou a morte de Caicedo, mas disse que não tinha sido informada sobre a existência de ameaças de morte contra ele e não tinha recebido qualquer pedido de proteção, de acordo com a revista colombiana Semana. A UNP também instou o Ministério Público a investigar o assassinato.

O assassinato de Caicedo vem em meio a uma onda de violência contra jornalistas no país. No ano passado, o jornalista e advogado Édison Alberto Molina, que acusou o prefeito de Puerto Berrío de corrupção, foi morto a tiros depois de várias ameaças de morte. No início deste mês, uma série de ameaças contra dois repórteres dos jornais Q'Hubo e Más Noticias pelo grupo armado Los Urabeños impediu a publicação de uma reportagem na qual eles estavam trabalhando.

Ameaças a profissioanais da imprensa em janeiro também levaram FLIP a pedir maior proteção policial para três jornalistas - Erika Londoño, Gustavo Chicangana e Jorge Ramírez - que haviam sido ameaçados por seus comentários políticos na corrida eleitoral para o governo do estado de Guaviare.




Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook