Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Jornalista mexicano se suicida semanas após ser agredido e ameaçado



Gilberto Moreno Fontes. Fuente: Facebook.

Em 26 de março, quatro semanas depois de ser sequestrado, agredido e ameaçado em virtude do conteúdo de uma revista política sob sua direção, o jornalista mexicano Gilberto Moreno Fontes se suicidou em sua casa em Nuevo Laredo, Tamaulipas, de acordo com a agência de notícias Proceso.

Moreno estava deprimido havia quatro semanas, desde que foi agredido e ameaçado durante um atentado com a intenção de fazê-lo deixar de publicar sua revista crítica, Un Atorón Tamaulipeco. Na quarta-feira, após se despedir de sua família, Moreno se fechou no banheiro e deu um tiro na cabeça.

O jornalista era engenheiro con mestrado e doutorado, mas seu trabalho na revista era focado em fazer críticas duras a funcionários do governo municipal de Nuevo Laredo. Seus colegas e amigos explicaram à Proceso que ele não publicava conteúdo relacionado ao crime organizado.

Moreno havia sido agredido anteriormente pelo conteúdo publicado em sua revista. A funcionária da Câmara Municipal Yallelh Abdala Carmona agrediu o jornalista por uma publicação que a atacava, de acordo com o site Hoy Tamaulipas.

A Câmara afirmou que a revista difamava funcionários e vereadores sem apresentar provas e publicava caricaturas com “mensagens obscenas” e “desenhos de alto conteúdo sexual”, e proibiu sua distribuição durante os eventos políticos e no gabinete do prefeito, de acordo com Processo.

Moreno também escrevia a coluna Reflexões Políticas para o periódico Primera Hora, pela qual passou a ser reconhecido.




Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook