Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

23% das agressões contra jornalistas na Colômbia em 2013 foram cometidas pela polícia, segundo a FLIP




Policías detienen al periodista Manuel Sánchez en Cali, Colombia. Fuente: FLIP.

A Fundação da Liberdade de Imprensa (FLIP) da Colômbia alertou sobre duas agressões recentes a um jornalista e um fotógrafo cometidas por agentes da polícia nacional. A elas se somam outras 57 agressões contra a imprensa registradas nos primeiros meses do 2014, das quais 13, ou 23%, foram cometidas pela polícia.

Em 2013, a polícia também foi fonte de 23% das agressões contra jornalistas, 28 agressões de um total de 123 em todo o ano. Tanto em 2013 como este ano, esta proporção de agressões  foi maior que as provocadas por grupos criminosos e grupos guerrilheiros.

As duas agressões recentes foram contra o jornalista Manuel Sánchez da cidade de Cali e o fotógrafo Francisco Alvarado do município de Chía. A FLIP chamou estes casos de “extremamente preocupantes” porque resultaram em “detenções ilegais, ultrajes aos jornalistas” e em um caso, na eliminação de material jornalístico.

Manuel Sánchez é repórter do canal de televisão “C” e foi agredido enquanto cobria um protesto de transportadores em Cali em 19 de março. Sánchez, que é cinegrafista, decidiu gravar os agentes policiais enquanto capturavam um manifestante quando os policiais viram, tiraram seu equipamento fotográfico, e o detiveram, apesar de ter se identificado como membro da imprensa.

Durante sua detenção, Sánchez foi levado à delegacia de polícia La Flora, onde foi agredido repetidamente, o que o deixou com lesões e incapacidade por 10 dias, disse o jornalista à FLIP. Os policiais apagaram as imagens de sua câmera e o detiveram em uma entidade judicial, dizendo que havia participado “ativamente nos danos feitos pelos manifestantes.”

A outra agressão registrada foi contra Francisco Alvarado, fotógrafo do periódico La Calle no município de Chía em 22 de março. Alvarado tirava fotografias da prisão de um cidadão feita por oito agentes policiais. Ele foi levado a uma delegacia, onde ficou detido e foi insultado por uma hora.

A FLIP contatou as autoridades de ambas cidades, que justificaram suas ações dizendo que os jornalistas não haviam colaborado com eles e “alteravam a ordem pública”.



No comments

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.






Assine aqui a nossa newsletter semanal!

Nome Completo

Email *
Selecione as listas que deseja subscrever
Boletim Semanal (Português)

Boletín Semanal (Español)

Weekly Newsletter (English)
email marketing
by activecampaign

Facebook

Comentários recentes