Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

ISOJ 2014: Startups de mídia marcam mudanças e inovações para o futuro do jornalismo



Emily Ramshaw (izq.), Joey Chung, Jake Horowitz, Laura Amico, y Juanita León en la conferencia ISOJ de la Universidad de Texax en Austin, el 5 de abril de 2014. Foto: ​Gabriel Cristover Perez/Knight Center.

As startups apresentadas no painel “Empreendimentos de jornalismo estrelas: criando meios inovadores para a era digital”, no segundo dia do 15º Simpósio Internacional de Jornalismo Online (ISOJ), exemplificaram perfeitamente o êxito obtido por alguns jovens meios jornalísticos na era digital. Com serviços variados que vão desde cobertura intensiva de crimes violentos até a criação de um veículo de notícias para um mercado onde as notícias estão consolidadas em dois lados opostos, estes novos meios mostraram que com as ferramentas corretas, não há que se falar em fim do jornalismo.

Dos dias de jornalista policial sem trabalho de Laura Amico nasceu Homicide Watch, um projeto para monitorar o crime que começou como um blog e se tornou um veículo que agora cobre mais de uma cidade e treina jovens jornalistas interessados em cobrir o crime.

 

ISOJ 2014: Entrevista em inglés com Laura Amico, CEO e criadora de Homicide Watch D.C. Vídeo do Knight Center no Vimeo.

Homicide Watch nasceu do que Amico via como uma falta de cobertura dos crimes violentos, algo que ela observou em sua própria comunidade em Washington D.C..

“O ciclo de notícias não serve para seguir crimes muito bem”, disse, acrescentando que há muitos casos onde as vítimas terminam esquecidas. Foi nesse aspecto que Homicide Watch teve êxito, já que fez perguntas sobre como o sistema judicial estava funcionando e como o público gostaria que funcionasse.

The News Lens, de Taiwan, nasceu da mesma ideia de querer mudar a maneira como funciona a mídia. O fundador e CEO Joey Chung disse que o público em Taiwan não confía nos meios, e a juventude está frustrada pela mídia parcial e consolidada. The News Lens é produto dessa frustração.

“Não temos como alvo ninguém acima de 60”, contou Chung. “Meus pais disseram que não sabiam o que eu estava fazendo, disse a eles que não me importava”.

Agora é uma das startups de maior crescimento em Taiwan e tem mais de 180 escritores. Muda seu design a cada três ou quatro meses, e está constantemente explorando novas tecnologias, como um noticiário de 90 segundos, mais ou menos o tempo entre estações de trem rápido.

O fato de que The News Lens foi bloqueado na China três meses depois de seu lançamento foi visto como um êxito, disse Chung. Um de seus investidores até os chamou para os parabenizar. 

 

ISOJ 2014: Entrevista em inglés com o CEO e co-fundador de The News Lens de Taiwan, Joey Chung. Vídeo do Knight Center noVimeo.

The News Lens não está sozinho como meio que busca representar a geração jovem. Jake Horowitz, CEO e co-fundador de PolicyMic, criou sua plataforma como resposta ao que descreveu como o fracasso dos meios tradicionais em alcançar os “Millenials” (geração do final dos anos 1980 até o início de 2000) por uma falta de plataformas e temas que esta geração quer ver.

“Isso já não é sobre páginas de notícias online, mas sobre meios sociais”, disse Horowitz, acrescentando que uma página de notícias somente é tão boa quanto seus canais de distribuição. “A homepage está morta – não confiamos nas instituições de mídia mainstream”.

Jake Horowitz, editor-chefe do site PolicyMic, fala durante a conferência ISOJ na Universidade do Texas em Austin. Foto: ​Gabriel Cristover Perez/Knight Center.

Horowitz disse que PolicyMic tem como meta aprofundar a cobertuda de notícias, contar histórias não só com palavras e fotos, mas também com visualização de dados e gráficos.

La Silla Vacía foi criada para mostrar o verdadeiro balanço de poder e corrupção na política colombiana, e Juanita León, criadora do site, deu a mesma ênfase às mídias sociais que Horowitz em PolicyMic, dizendo que o World Wide Web agora é World Live Web. León contou que em breve vai começar a explorar a opção de criar um meio social baseado em torno do jornalismo.

 

ISOJ 2014: Entrevista em espanhol com Juanita León, diretora e fundadora de La Silla Vacía, em Bogotá, Colômbia. Vídeo do Knight Center no Vimeo.

O sitio, que León disse ter sido a terceira página mais lida pelos líderes de opinião e já conta com 327 mil seguidores no Twitter.

“Nós nos tornamos um laboratório para o jornalismo inovador,” disse León, acrescentando que quer estar em conversa permanente com a audiência. “Mas esqueça os jornalistas famosos, vamos incorporar gente inteligente das universidades”, disse em resposta às dificuldades que tem tido para convencer jornalistas com experiência a trabalhar em seu projeto, porque costumam ser muito tradicionais e não se arriscam.

The Texas Tribune enfatizou a transparência quando sua editora Emily Ramshaw explicou seu modelo de negócios, que inclui patrocínios corporativos, doações de fundações, pagamento de associados e eventos; também explicou sua estratégia editorial durante a apresentação, que inclui o jornalismo tradicional de territórios para reportar sobre a política do Texas e equipamentos para aplicativos e manejo de dados.

Apesar do sucesso, The Tribune segue sendo uma organização sem fins de lucro e dando acesso grátis para suas matérias aos diários regionais, o que faz com que o trabalho dos jornalistas do Tribune apareça em muitos jornais do Texas.

Enquanto muitos destacam a entrada da era digital como uma má notícia para o jornalismo tradicional, estas startups midiáticos estão encontrando maneiras de usar a era digital para seu próprio benefício, mudando a maneira como as empresas de mídia agregam e publican seu conteúdo, mas ao mesmo tempo assegurando a sobrevivência do jornalismo. A geração “milenial”, por exemplo, apresenta uma grande oportunidade já que não foi bem atendida pelos meios tradicionais.

“As startups têm uma oportunidade enorme para experimentar”, disse Horowitz, de PolicyMic. “Ter um grupo como foco é importante, mas também é preciso provar que o conteúdo funciona”. 




Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook