Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Projeto de jornalismo de dados NarcoData desvela o crime organizado no México




Uma colaboração transnacional entre dois sites digitais da América Latina resultou em um projeto de jornalismo de dados que expõe as estruturas de alguns dos atores mais poderosos da região.

NarcoData, um projeto do site mexicano de notícias digital Animal Político e da plataforma digital chilena Poderopedia, destrincha os grupos criminosos do méxico nas últimas quatro décadas.

Até agora, o site publicou visualizações acompanhadas de vídeos mostrando o crescimento do crime organizado ao longo dos últimos sete mandatos presidenciais, com especial atenção ao atual mandato do Presidente Enrique Peña Nieto.

Nos próximos dias, NarcoData vai apresentar novas visualizações de dados em torno de diferentes tópicos, incluindo o surgimento de grupos armados ligados a cartéis, as rivalidades entre os cartéis, que começou em meados de 1990, os efeitos da guerra contra as drogas sobre os cartéis, o crescimento geográfico do crime organizado ao longo de quatro décadas e a evolução do crime organizado no México em grandes organizações internacionais de tráfico de drogas. No entanto, a equipe da NarcoData planeja expandir ainda mais o projeto.

“O Estado mexicano falhou, por décadas, em dar aos cidadãos informação clara, ordenada e sistematizada a partir de dados abertos sobre o crime organizado e os resultados da luta contra ele. NarcoData quer ser a plataforma digital para preencher esse vazio”, afirma Dulce Ramos, editora do Animal Político e coordenadora do NarcoData.

A primeira parcela do projeto NarcoData olha para o crescimento do crime organizado no México nas últimas sete presidências. (Infográfico do NarcoData.com)
 

Quase exatamente há um ano, em 21 de outubro de 2014, Animal Político recebeu um documento do escritório do Procurador-Geral da nação que havia sido pedido via Lei de Acesso à Informação, segundo o site do NarcoData.

Além de mostrar os grupos criminosos operando no México e os cartéis aos quais eles respondem, o documento colocava em questão "mitos criados por figuras públicas, como o de que a Cidade do México não tem crime organizado ou que todos os grupos criminosos perderam poder durante o atual governo federal”, conta NarcoData.

A segunda parte do NarcoData mostra a presença do crime organizado no México sob a presidência de Enrique Peña Nieto. (Infográfico de NarcoData.com)

Ramos contou que o projeto teria sido muito difícil, mas não impossível de ser realizado, sem a Lei de Transparência e Acesso à Informação. O time criou as bases de dados usando documentos obtidos com o uso da lei, segundo Ramos, “mas como jornalistas sempre devem fazer, nós nunca damos informação, não importa a fonte, até que tudo seja confirmado e corroborado”. Consequentemente, o time buscou complementa a informação oficial com informações obtidas de livros sobre história do tráfico de drogas (el narco) no México e de entrevistas com especialistas e ex-agentes de inteligência, ela explicou. A seção de metodologia explica que o time também consultou arquivos de jornais e pronunciamentos oficiais do governo.

Cerca de uma dúzia de pessoas, mais o time do Poderopedia, trabalhou no projeto, que foi financiado em parte por HacksLabs, Hivos, Fundação Avina e o International Center for Journalists.

Animal Político, fundado em 2010, é um site de notícias com foco em política e outros projetos de investigações especiais e fact-checking. Poderopedia, fundada pelo jornalista chileno Miguel Paz, investiga e revela estruturas de poder e relações em países latino-americanos. Ele recentemente lançou um projeto chamado "Media Map", que mostra a propriedade de mídia no Chile e na Colômbia.








Assine aqui a nossa newsletter semanal!

Nome Completo

Email *
Selecione as listas que deseja subscrever
Boletim Semanal (Português)

Boletín Semanal (Español)

Weekly Newsletter (English)
email marketing
by activecampaign

Facebook

Comentários recentes