Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Jornalista hondurenho sofre campanha de difamação nas redes sociais e acusa o presidente do Congresso



Em Honduras, o jornalista Jairo López acusou o presidente do Congresso Nacional, Mauricio Oliva, de organizar uma campanha de difamação contra ele por meio das redes sociais, informou Tiempo Digital.

Essa campanha seria uma resposta ao vídeo que López publicou, que mostra um agente de segurança de Oliva apontando uma arma de fogo contra moradores do município de Apacilagua, no departamento de Cholutecas, informou o Comitê pela Livre Expressão (C-Libre).  

Isso teria ocorrido em 5 de fevereiro, quando Oliva visitou a cidade. O presidente do Congresso foi expulso momentos depois pelos mesmos moradores, que manifestaram o seu descontentamento pela falta de emprego na cidade, informou Tiempo Digital.

“Se acontecer algo comigo é o pessoal de Mauricio Oliva, estou responsabilizando-os”, declarou o jornalista e apresentador do programa de notícias El Informador, do Canal 21, segundo o Tiempo Digital.

Além disso, o jornalista apontou o secretário do presidente do Congresso, Marco Tulio Flores, como um dos possíveis responsáveis de uma eventual agressão a ele.

Como parte da campanha de difamação contra López, foi difundido um vídeo com montagens fotográficas que o acusa de pertencer a grupos de criminosos e de ser sócio do narcotraficante Orlando Pinto, publicou C-Libre.

A organização também afirmou que essa campanha está sendo divulgada por perfis vinculados diretamente ao Partido Nacional.

López não seria o único jornalista afetado. C-Libre informou que, desde que começou o atual governo do presidente hondurenho Juan Orlando Hernández, vem registrando uma série de campanhas de ódio e de difamação contra jornalistas, comunicadores e intelectuais nacionais e internacionais críticos ao governo.

Também não seria a primeira vez que López sofre represálias por seu trabalho jornalístico.

Desde 2015, López tem sido processado por pelo empresário midiático Alcides Euceda, dono do canal 39, desde que o jornalista denunciou atos de corrupção do governo em Choluteca, publicou o Tiempo Digital.  

Euceda teria fortes vínculos com o partido do governo, segundo C-Libre.








Assine aqui a nossa newsletter semanal!

Nome Completo

Email *
Selecione as listas que deseja subscrever
Boletim Semanal (Português)

Boletín Semanal (Español)

Weekly Newsletter (English)
email marketing
by activecampaign

Facebook

Comentários recentes