Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Jornais impressos colombianos e brasileiros são os mais populares no Twitter na América Latina




Por Ethan Elkins*

A atividade em mídias digitais e sociais continua a aumentar em todo o mundo, e a América Latina não é exceção.

Por vários anos, o Centro Knight para o Jornalismo nas Américas criou um ranking informal dos jornais impressos na região com o maior número de seguidores no Twitter. Embora seja difícil considerar todas as publicações impressas nacionais e regionais na América Latina, recentemente examinamos os maiores jornais impressos e descobrimos que os diários colombianos e brasileiros possuem o maior número de seguidores.

O jornal colombiano El Tiempo tem mais seguidores do Twitter do que qualquer outro na nossa lista: 6,25 milhões.

A maioria dos perfis no Twitter utiliza tweets e retweets, mas a rede social também possui recursos como momentos e listas que permitem formas inovadoras de contar histórias. El Tiempo usa esses recursos mais recentes na rede muito mais do que os outros cinco principais jornais na região, com 174 momentos e 72 listas. A publicação também promove regularmente pesquisas de opinião, que recebem milhares de engajamentos.

A Folha de S. Paulo, do Brasil, está logo atrás de El Tiempo com 6,18 milhões de seguidores.

"Acredito que o caminho para a Folha crescer é expandir sua base de assinantes digitais", disse Ygor Salles, editor de mídias sociais da Folha de S. Paulo, ao Centro Knight. "Para isso, as redes sociais colaboram de duas maneiras. Primeiro, elas trazem o leitor para o site e talvez os retenha. Em segundo lugar, reforçam a marca da Folha como um lugar onde a notícia é tratada com seriedade, uma espécie de porto seguro em meio ao turbilhão de notícias falsas."

Atrás de El Tiempo e Folha de S. Paulo está o brasileiro O Estado de S. Paulo, ou Estadão, um jornal conservador também publicado em São Paulo, que tem um público de 5,97 milhões de seguidores na rede social.

"Consideramos que as redes sociais não se resumem ao tamanho da sua base de fãs", disse Gabriel Pinheiro, estrategista digital e editor de redes sociais do Estadão, ao Centro Knight. "Mas dizem respeito a como você pode se envolver e trabalhar com a base de fãs que você tem".

O único outro jornal da nossa lista com mais de 5 milhões de seguidores é O Globo, também do Brasil, com 5,52 milhões. Também possui a maioria dos posts de mídia, com mais de 154 mil fotos e vídeos.

Do top 5 da nossa lista, os jornais brasileiros ocupam três lugares com um total de 17,66 milhões de seguidores.

Brasil, México e Argentina possuem a maior quantidade de usuários de internet na América Latina. Em 2016, o eMarketer informou que 75,6 milhões de latino-americanos utilizam o Twitter, com uma projeção de 101,7 milhões de usuários em 2020. O Brasil também é o país mais populoso da região, seguido do México e da Colômbia.

Fechando os cinco primeiros está El Universal da Venezuela, que tem 4,79 milhões de seguidores. Entre o top 5 da lista, os tweets de El Universal são os mais frequentes, com um total de 1,29 milhões de tweets.

Este ano, o ranking do Centro Knight centrou-se apenas no número de seguidores do Twitter para os maiores jornais impressos da região. As quinze publicações mais seguidas estão abaixo:

  1. El Tiempo (@ELTIEMPO) - 6,25 milhões (Colômbia)
  2. Folha de S. Paulo (@folha) - 6,18 milhões (Brasil)
  3. Estadão (@Estadao) - 5,97 milhões (Brasil)
  4. Jornal O Globo (@JornalOGlobo) - 5,51 milhões (Brasil)
  5. El Universal (@eluniversal) - 4,79 milhões (Venezuela)
  6. El Universal (@El_Universal_Mx) - 4,7 milhões (México)
  7. El Nacional (@ElNacionalWeb) - 4,47 milhões (Venezuela)
  8. El Espectador (@elespectador) - 4,46 milhões (Colômbia)
  9. El Milenio (@Milenio) - 4,04 milhões (México)
  10. Últimas Noticias (@UNoticias) - 3,74 milhões (Venezuela)
  11. La Nación (@LANACION) - 3,04 milhões (Argentina)
  12. Meridiano (@MeridianoTV) - 2,91 milhões (Venezuela)
  13. Clarín (@clarincom) - 2,74 milhões (Argentina)
  14. Diario Olé (@DiarioOle) - 2,57 milhões (Argentina)
  15. Reforma (@Reforma) - 2,48 milhões (México)

**Números referentes a 22/01/2018

 

*Ethan Elkins estuda na Escola de Jornalismo da Moody College de Comunicação, na Universidade do Texas em Austin. Este post foi produzido como parte da disciplina “Reporting Latin America”.




Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook