Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Suspensa deportação de emergência de jornalista salvadorenho detido há dois meses por autoridade de imigração nos EUA



A Junta de Apelações de Imigração aceitou a suspensão emergencial da deportação iminente do jornalista salvadorenho Manuel Durán, que desde 5 de abril está preso em centros de detenção da Louisiana pertencentes ao Serviço de Imigração e Alfândega dos EUA (ICE, na sigla em inglês), informou Memphis Noticias.

Manuel Durán Ortega. (Captura de pantalla).

Durán é um jornalista salvadorenho de 42 anos que chegou aos Estados Unidos sem documentos em 2006, após ser ameaçado de morte em seu país por publicar reportagens investigativas sobre corrupção nas Forças Armadas e no Judiciário, segundo a organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF). Há algum tempo, Durán é dono do portal de notícias em espanhol Memphis Noticias, para o qual também escreve.

Em 3 de abril deste ano, ele foi detido pela polícia enquanto cobria uma manifestação em Memphis contra as políticas de imigração dos EUA. Depois de ser liberado e absolvido das acusações, ele foi preso pelo ICE em 5 de abril devido ao seu status migratório, de acordo com Memphis Noticias.

Segundo o site Commercial Appeal, autoridades federais planejavam deportar Durán para El Salvador no dia 30 de maio. Memphis Noticias informou que o jornalista foi transferido em 25 de maio para o Alexandria Staging Facility, um centro de detenção temporário que colabora com o ICE, localizado no aeroporto de Alexandria, Louisiana, de onde partem os voos de deportação.

Um dos advogados de defesa de Duran, Jeremy Jong, disse que seu cliente estava feliz com a decisão da Câmara de Apelações, relatou o Commercial Appeal. “É a primeira boa notícia que recebemos em seu caso”, disse Jong ao site norte-americano, acrescentando que Durán já está de volta ao LaSalle, um centro de detenção do ICE em Louisiana, para onde havia sido levado inicialmente e onde irá esperar mais alguns meses para a resposta sobre o recurso do seu caso.

"Manuel é um jornalista que estava simplesmente fazendo seu trabalho, reportando as ações da polícia e do ICE quando foi preso ilegalmente", disse Michelle Lapointe, subdiretora legal do Southern Poverty Law Center, de acordo com Memphis Noticias. "Estamos pedindo a libertação imediata de Manuel Durán", continuou Lapointe, acrescentando que a prisão de Durán criou medo e desconfiança entre as comunidades de imigrantes e as autoridades.

De acordo com um dos advogados de Durán, a Junta de Apelações poderá agora considerar o pedido da defesa do jornalista para reabrir o antigo caso de imigração que Durán tinha pendente com as autoridades desde 2007, publicou Commercial Appeal. "O que estamos pedindo [à Junta] é que reconheça que o juiz de imigração cometeu um erro e que o caso deve ser reaberto", disse Jong. "E assim, uma vez que seu caso for reaberto, ele possa estar habilitado para solicitar uma audiência e lutar por seu pedido de asilo nos Estados Unidos.”




Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook