Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Fundador do Centro Knight e Presidente da Fundação Knight estão entre homenageados pelo Hall da Fama NAHJ




Alberto Ibargüen (Foto: Knight Foundation)

A Associação Nacional de Jornalistas Hispânicos (NAHJ) nomeou Rosental Alves, fundador e diretor do Centro Knight para Jornalismo nas Américas, e Alberto Ibargüen, CEO da Fundação John S. and James L. Knight, em seu Hall da Fama. 

Outros indicados incluem Mindy Marques, editora-executiva do Miami Herald, e a jornalista investigativa e co-fundadora do Centro para Jornalismo Investigativo da Flórida, Mc Nelly Torres.

Os quatro jornalistas foram homenageados na edição 2018 da Conferência Internacional de Treinamento e Feira de Carreiras da NAJH em Miami, no dia 21 de julho.

No momento do anúncio, em maio, o presidente da NAHJ, Brandon Benavides, disse "Tenho a honra de anunciar esses quatro candidatos ao reconhecimento do Hall da Fama. Esses jornalistas de destaque levaram o significado do jornalismo a novos padrões e redefiniram a indústria através de seus posicionamentos sem precedentes e ideologias inventivas".

Rosental Alves (Foto: Knight Center)

NAHJ disse que Alves, nativo do Brasil, é um "líder em jornalismo online e em conectar a América Latina ao jornalismo dos Estados Unidos". A associação destacou seu trabalho como editor do Jornal do Brasil e correspondente, bem como sua carreira docente na Escola de Jornalismo da Universidade do Texas em Austin.

Ele é o primeiro presidente do Knight em Jornalismo Internacional e, além de criar o Centro com uma bolsa da Fundação Knight, ele criou uma plataforma online de ensino a distância que tem treinado milhares de jornalistas ao redor do mundo.

"Se o destaque da primeira metade da minha carreira foi meu tempo como correspondente estrangeiro, trabalhando por mais de uma década na Espanha, países da América Latina e nos Estados Unidos, então o destaque da segunda metade, como professor de jornalismo, tem sido para ajudar aspirantes a jornalistas e jornalistas profissionais nas Américas", disse Alves na cerimônia de abertura do Hall da Fama. [Nota da editora: todo o discurso de Alves pode ser encontrado abaixo.]

Mindy Marques (foto: cortesia)

"O espírito iluminador de Rosental, a liderança enérgica e o estilo único exigem o respeito de colegas e companheiros do setor", disse o diretor executivo da NAHJ, Alberto B. Mendoza, ao Centro Knight. "Sua carreira como jornalista, educador e criador de laços deu contribuições significativas à liberdade de expressão e democracia. Estamos honrados por celebrar sua excelência no treinamento de jornalistas nos Estados Unidos e por toda a América Latina."

Alberto Ibargüen é ex-editor dos jornais Miami Herald e El Nuevo Herald, em espanhol, trabalhou no Hartford Courant e no Newsday, assim como atuou em diversos conselhos, incluindo o PBS e o Newseum. Ele se juntou à Fundação Knight em 2005 e tem se concentrado em apoiar start-ups e empreendedores, segundo o NAHJ.

"Ele sempre foi um líder para a mudança e para desenvolver o jornalismo em uma comunidade aberta para o diálogo", escreveu a organização.

Mindy Marques foi pioneira do Miami Herald, começando como estagiária e trabalhando até se tornar editora executiva e vice-presidente em notícias. "Marques é apenas a segunda mulher a ocupar o cargo de editora executiva e a primeira editora hispânica do Miami Herald", observou o NAHJ. A associação também destacou sua luta por mais mulheres em posições avançadas de jornalismo.

Mc Nelly Torres (Foto: Twitter)

A premiada jornalista investigativa Mc Nelly Torres trabalhou em cinco jornais diários pelo país, "desvendou crime locais e realizou mudanças nas comunidade", escreveu o NAHJ. Além disso, a organização disse que ela promove o ofício através do treinamento de jornalistas nos EUA, América Latina e Caribe.

NAHJ "é a primeira grande organização de jornalistas latinos nos Estados Unidos e é dedicada ao reconhecimento e avanço profissional dos hispânicos no setor de notícias", disse o site da organização.

 

 

Discurso de aceite do Hall da Fama NAHJ de Rosental Calmon Alves:

Sinto-me humilde com esse reconhecimento extraordinário. Depois que o presidente da NAHJ, Brandon Benevides, me disse que eu receberia a honra de ser incluído no Hall da Fama NAHJ, eu percebi que isso coincide com o 50º aniversário de minha carreira jornalística. Que grande coincidência! Que presente maravilhoso! E que honra fazer parte deste grupo de pessoas que admiro, como meu velho amigo Alberto Ibarguen, Mindy Marques e McNelly Torres.

Rosental Alves foi incluído no Hall da Fama NAHJ em 2018 (Foto: Cortesia NAHJ)

Sim, tudo começou há 50 anos!

Minha paixão pelo jornalismo nasceu no meu jornal do ensino médio, no Rio de Janeiro, em 1968. Naquele mesmo ano, aos 16 anos, comecei minha carreira profissionalmente, como repórter estagiário de um jornal.

Eu também comecei cedo como professor de jornalismo, dando minhas primeiras aulas em uma universidade quando tinha 21 anos.

Pelos últimos 50 anos, nunca trabalhei em nada que não fosse a prática ou o ensino de jornalismo.

Se o destaque da primeira metade da minha carreira foi meu tempo como correspondente estrangeiro, trabalhando por mais de uma década na Espanha, países da América Latina e Estados Unidos, então o destaque da segunda parte, como professor de jornalismo, tem sido para ajudar aspirantes a jornalistas e jornalistas profissionais nas Américas.

Em 1996, eu me mudei da redação no Brasil para a sala de aula nos Estados Unidos, como o primeiro titular da cátedra Knight de Jornalismo Internacional na Universidade do Texas, em Austin.

Não demorou muito para que eu percebesse, em Austin, que meu trabalho deveria ir muito além da sala de aula na UT e alcançar meus colegas jornalistas na América Latina e Caribe. A generosa Fundação Knight também percebeu isso e me ajudou a criar o Centro Knight para Jornalismo nas Américas, em 2002.

Desde então, somos pioneiros no ensino on-line, atingindo milhares de jornalistas para ensinar habilidades de ponta, ajudando-os a se adaptar ao novo ecossistema da mídia, criado pela revolução digital.

Nos últimos seis anos, nossos cursos de jornalismo em inglês, espanhol e português chegaram a mais de 144 mil pessoas ao redor do mundo.

Chegar a esta conferência de sucesso da NAHJ em Miami foi uma bênção para mim. A Associação Nacional de Jornalistas Hispânicos entende! Eu me senti em casa entre os colegas jornalistas latinos, interessados neste ambiente rico de aprendizagem e desenvolvimento de carreira.

Nestes dias sombrios de ataques contra o jornalismo e a disrupção dos modelos de negócios de mídia, nós precisamos ainda mais do tipo de trabalho que a NAHJ faz. Ele dá esperança de um futuro brilhante para o jornalismo independente, que é tão fundamental para uma democracia funcional.

Obrigado, NAHJ, por este prêmio. E obrigado por seu grande e indispensável trabalho para promover a diversidade e o bom jornalismo nos Estados Unidos.




Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook