Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Reportagens e jornalistas de Peru, Argentina, Colômbia, Venezuela, Paraguai e Espanha vencem Prêmio Gabo 2018




Histórias sobre os efeitos de desastres ambientais causados ​​pelo ser humano, a luta pelos direitos das mulheres e uma emergência internacional de refugiados foram reconhecidas no Prêmio Gabriel García Márquez de Jornalismo em 2018.

“Un niño manchado de petróleo”, por Joseph Zárate (Reprodução)

A reportagem “Un niño manchado de petróleo” (“Um menino manchado de petróleo”), do jornalista peruano Joseph Zárate e publicado pela Revista 5W da Espanha, ganhou na categoria Texto.

Ao aceitar o prêmio, Zárate agradeceu às pessoas cujas histórias ele contou em sua reportagem, que narra o impacto sobre o povo Aguaruna da Amazônia do rompimento de um oleoduto e a subsequente limpeza.

“Memoria, verdad y justicia para las pibas”. (Reprodução).

Na categoria Imagem, o vencedor foi “Memoria, verdad e justicia para las pibas” (“Memória, verdade e justiça para as meninas”), de Leonardo Vaca e María Florencia Alcaraz, publicado pela Revista Anfibia, da Argentina.

As fotografias vencedoras contam a história da luta pelos direitos das mulheres e do movimento Ni Una Menos (Nem Uma a Menos) na Argentina.

“Venezuela a la fuga”. (Reprodução).

A reportagem colaborativa “Venezuela a la fuga” (“Venezuela em fuga”), publicada pelo jornal El Tiempo, na Colômbia, e pelo site digital Efecto Cocuyo, da Venezuela, ganhou na categoria de Cobertura.

O projeto multimídia segue as rotas e conta as histórias dos refugiados venezuelanos que fugiram de seu país para encontrar descanso em outras partes da América Latina.

“Los desterrados del Chaco”. (Reprodução).

E na categoria Inovação, o júri reconheceu a reportagem gráfica “Los desterrados del Chaco” (“Os exilados do Chaco”) publicado por El Surtidor, do Paraguai.

O projeto em múltiplas partes usa gráficos inovadores e scrollytelling para contar a história do desmatamento do Chaco.

Os vencedores, escolhidos entre 12 finalistas, foram anunciados em uma cerimônia de premiação em Medellín, Colômbia, como parte do Festival Gabo, organizado pela Fundação Gabriel García Márquez para o Novo Jornalismo Ibero-americano (FNPI, por sua sigla em espanhol).

Além destes vencedores, Diego Martínez Lloreda, diretor de informação do jornal El País de Cali, foi reconhecido com o Prêmio Clemente Manuel Zabala como um exemplar editor colombiano.

“Diego Martínez Lloreda confirmou sua grande habilidade e qualidade como diretor de informação do El País de Cali, onde trabalha há 24 anos, catapultando-o para o posto de uma das mais importantes mídias regionais [do Valle del Cauca] no país”, escreveu o júri.

O jornalista espanhol Ignacio Escolar, diretor do site espanhol eldiario.es, recebeu o prêmio Reconhecimento de Excelência. O conselho da FNPI reconheceu-o “pelo grande talento, coerência ética e liderança profissional que demonstrou através de sua carreira intensa e frutífera”.

O Festival Gabo, que começou em 2013 e atrai milhares de pessoas, é um evento de três dias de discussões, entrevistas, exposições, exibições de documentários e workshops. O festival e os prêmios têm como objetivo incentivar "a busca por excelência, inovação, rigor no tratamento dos fatos e coerência ética no jornalismo".

No último dia do festival, 5 de outubro, é possível acompanhar certos eventos via livestreaming ou através da hashtag #FestivalGabo. Você também pode encontrar outros vídeos, bem como notícias sobre diferentes eventos do festival.

Além disso, o festival criou vídeos mostrando o trabalho de cada finalista do Prêmio Gabo. Eles estão disponíveis abaixo:

TEXTO

IMAGEM

COBERTURA

INOVAÇÃO

*Rosental Alves, fundador e diretor do Centro Knight para o Jornalismo nas Américas, é jurado do prêmio Gabo.




Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook