Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Em 2018, alcançamos 40,000 alunos por meio de cursos online, cobrimos o jornalismo na América Latina e realizamos o 19° ISOJ



Ao olharmos para 2018, somos lembrados de quantos jornalistas estão buscando oportunidades para adquirir novas habilidades, compartilhar melhores práticas e estabelecer redes de relacionamento com colegas online e pessoalmente.

Essas oportunidades estão no centro do que fazemos no Centro Knight para o Jornalismo nas Américas, e elas se alinham ao nosso objetivo de ajudar jornalistas de todo o mundo que desejam melhorar a qualidade do jornalismo em seus países. Em 2018, atingimos essa meta por meio de uma combinação de treinamento profissional, capacitação organizacional, conferências e publicações.

Com o novo ano em andamento, convidamos você a dar uma olhada nas atividades do Centro Knight em 2018 - e participar do que planejamos para 2019.

Cursos de Jornalismo Online

Em 2018, o Centro Knight ofereceu 16 cursos online - em inglês, espanhol e português - que alcançaram 41,197 estudantes de todo o mundo. Este é um novo recorde para o Centro Knight, que atingiu cerca de 34,000 alunos com 11 cursos em 2017. Desde o lançamento de nossos massivos cursos online em 2012, o Centro Knight organizou 51 cursos que atingiram 164,000 estudantes de 200 países e territórios.

Nossos cursos de 2018 focaram em tópicos como inteligência artificial, verificação de fatos, visualização de dados, podcasting, e produção de vídeos, e foram oferecidos em inglês, espanhol e português. Eles foram ensinados por 28 diferentes especialistas, incluindo Andrew Ba Tran, repórter investigativo de dados do The Washington Post; Craig Silverman, editor de mídia do BuzzFeed News; Laura Zommer, diretora executiva do site argentino de checagem de fatos Chequeado; Guilherme Jardim Duarte, editor de dados do site brasileiro JOTA; e Alberto Cairo, titular da cátedra Knight em Jornalismo Visual na Universidade de Miami e diretor do programa de visualização no Centro de Ciência Computacional na mencionada universidade.

Muitos de nossos cursos foram o resultado de colaborações com outras organizações. Na primavera, por exemplo, oferecemos um curso em espanhol intitulado "Risco e segurança no jornalismo na América Latina: medidas práticas de autoproteção" em parceria com a Fundação Internacional de Mulheres na Mídia. Também trabalhamos com a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) e a Relatoria Especial para a Liberdade de Expressão da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) para oferecer um curso em língua espanhola para juízes e outros operadores do sistema de justiça na América Latina. O curso ajudou 1,953 juízes e outros operadores do sistema judiciário a reforçarem seus conhecimentos sobre as normas internacionais que regem a liberdade de expressão, o acesso à informação pública e a proteção de jornalistas. Também realizamos dois cursos em parceria com a Microsoft. Estes cursos, ministrados em português e espanhol, focaram em inteligência artificial e seu impacto no jornalismo.

Em 2018, também começamos a publicar os materiais instrucionais dos nossos MOOCs. Anteriormente, quando nossos cursos terminavam, os alunos não tinham mais acesso aos materiais. Agora, os alunos podem continuar acessando leituras e vídeos da maioria dos cursos visitando nossa biblioteca de páginas de recursos do curso. Esses recursos também estão disponíveis para pessoas que não puderam participar do curso mas estão interessadas no assunto. Essa iniciativa ampliou o objetivo do Centro Knight de democratizar, na medida do possível, o acesso à educação em jornalismo a qualquer pessoa de qualquer lugar do mundo.

Temos vários novos cursos alinhados para a primavera de 2019, incluindo um curso sobre algoritmos de notícias, jornalismo móvel e fotografia documental. Você pode acompanhar as nossas últimas ofertas de cursos em journalismcourses.org.

ISOJ

O Centro Knight realizou a 19ª edição anual do seu Simpósio Internacional de Jornalismo Online (ISOJ) em abril passado, atraindo 440 participantes de 43 países. Milhares mais seguiram o simpósio de longe por meio da nossa extensa cobertura online, incluindo streaming de vídeo ao vivo no YouTube.

O simpósio - que aconteceu no Museu de Arte Blanton na Universidade do Texas em Austin - preencheu a lacuna entre jornalistas profissionais, executivos de mídia, inovadores de notícias digitais e pesquisadores acadêmicos nos EUA e no exterior. Ao reunir uma variedade tão diversificada de participantes e palestrantes, oferecemos a jornalistas de todo o mundo a oportunidade de dialogar, explorar potenciais colaborações, e compartilhar ideias e conhecimento sobre os mais recentes desenvolvimentos no jornalismo online.

Ao todo, o simpósio contou com 70 palestrantes de 15 diferentes países, incluindo Armênia, Brasil, Bósnia, Suécia, Venezuela e Zimbábue. Palestrantes incluem:

  • Marty Baron, Editor Executivo, The Washington Post
  • Tamar Charney, editor-chefe da NPR One, NPR
  • Kristie Gonzales, Presidente e Gerente Geral da KVUE-TV, Austin
  • Imaeyen Ibanga, Gerente e Produtor de Vídeo Sênior, AJ+
  • Dheerja Kaur, Chefe de Produto e Design, theSkimm
  • Dorrine Mendoza, Parcerias de Notícias, Facebook
  • James M. Moroney III, ex-presidente e CEO, A. H. Belo Corporation (editor do jornal The Dallas Morning News)
  • Henrik Örnebring, Professor de Mídia e Comunicação, Universidade de Karlstad (Suécia)
  • David Perpich, Gerente-Geral e Presidente, Wirecutter (um serviço de recomendação de produtos do The New York Times), Comitê Executivo do The New York Times
  • Jennifer Preston, Vice-Presidente de Jornalismo, Fundação Knight
  • Fernando Rodrigues, Fundador e Editor, Poder360 e boletim de notícias Drive  (Brasil)
  • Zach Seward, Diretor de Produto e Editor Executivo, Quartz
  • Nicholas Whitaker, Gerente de Treinamento e Desenvolvimento, Google News Lab
  • Rob Wijnberg, Editor-Chefe e Fundador, De Correspondent (Holanda) e The Correspondent (EUA)

Os palestrantes compartilharam sua experiência e expertise em tópicos como realidade virtual, blockchain, boletins informativos, áudio, papel dos jornais na era pós-propaganda, tendências na pesquisa de jornalismo on-line e muito mais. Todas as palestras contaram com interpretação simultânea para o espanhol, permitindo uma maior participação de interessados da América Latina.

O simpósio de 2018 também contou com acadêmicos que contribuíram para o componente de pesquisa do ISOJ, que está em vigor desde 2004. Estudiosos de todo o mundo submeteram artigos a um processo de revisão às cegas (blind review), e seis vencedores apresentaram suas pesquisas no simpósio. Os estudos, que se concentraram em mudanças de abordagens em reportagem e narrativas, foram publicados na edição de 2018 do #ISOJ, o jornal oficial do Simpósio Internacional de Jornalismo Online.

The Nieman Lab’s Josh Benton interviews keynote speaker Marty Baron, executive editor of The Washington Post, at ISOJ 2018. (Mary Kang/Knight Center)
 

No dia seguinte ao ISOJ, realizamos nosso 11º Colóquio Ibero-americano sobre Jornalismo Digital, um seminário anual em espanhol oferecido aos participantes do ISOJ da América Latina, Espanha e Portugal.

O colóquio atraiu cerca de 125 jornalistas que se reuniram para compartilhar seus projetos e fazer conexões. Um painel contou com seis inovadores de jornalismo que compartilharam lições valiosas sobre como estão encontrando maneiras de inovar por meio do jornalismo cômico, gráficos interativos, colaboração transnacional e modelos de receita diversificados. Outro painel abordou as medidas relacionadas à segurança que os jornalistas podem tomar ao investigar questões de corrupção na América Latina, enquanto outro analisou como os jornalistas ibero-americanos estão encontrando novas maneiras de interagir com seus leitores usando novas ferramentas e plataformas online.

Em 2019, celebraremos o 20º aniversário do ISOJ. A conferência global será realizada de 12 a 13 de abril no Museu de Arte Blanton na Universidade do Texas em Austin. Esperamos que você se junte a nós para este evento especial de aniversário, no qual refletiremos sobre a evolução do jornalismo digital nas últimas duas décadas e analisaremos o que está no horizonte. Por favor, accesse isoj.org nas próximas semanas para obter mais informações sobre o registro e outros detalhes. (Se você não puder comparecer, poderá acompanhar a conferência de longe por meio da transmissão ao vivo, que estará disponível no isoj.org.)

Speaker Series

Em 2018, a Série de Palestrantes do Centro Knight contou com oito jornalistas proeminentes que vieram ao Moody College of Communication na Universidade do Texas em Austin para falar sobre seu trabalho e compartilhar lições aprendidas. As palestras foram abertas aos estudantes e ao público em geral e contaram com os seguintes palestrantes:

  • Jim Brady, fundador e CEO da Spirited Media
  • Alfredo Corchado, chefe do Bureau do México para o Dallas Morning News, que falou sobre seu último livro, “Homelands”
  • John Gibler, jornalista e escritor que falou sobre seu último livro, “I Couldn't Even Imagine That They Would Kill Us: An Oral History of the Attacks Against the Students of Ayotzinapa.” ("Eu não poderia sequer imaginar que eles nos matariam: uma história oral dos ataques contra os estudantes de Ayotzinapa")
  • Yenibel Ruiz Mirabal, jornalista que falou sobre seu documentário  “Leaving it all behind” (“Deixando tudo para trás”)
  • Gary Neeleman, jornalista e autor de “Confederate Migration, Tracks in the Amazon and Rubber Soldiers: Stories that marked a century in Brazil-U.S. relations” (“Migração Confederada, Trilhas na Amazônia e Soldados da Borracha: Histórias que marcaram um século nas relações Brasil-EUA")
  • João Moreira Salles, documentarista que exibiu seu último filme “No Intenso Agora”
  • John Thornton, fundador do The Texas Tribune e The American Journalism Project
  • Nicole Tung, fotojornalista freelancer premiada cobrindo questões sociais e relacionadas a conflitos no Oriente Médio, Ásia e África.

Blog Jornalismo nas Américas

Em 2018, o blog trilíngue do Centro Knight, Jornalismo nas Américas, publicou quase mil histórias em inglês, espanhol e português. A cobertura se concentrou em assuntos relacionados à liberdade de imprensa na América Latina, bem como às abordagens inovadoras adotadas por jornalistas em suas reportagens e narrativas.

Veja as nossas 10 principais notícias de 2018:

Algumas das principais notícias de 2018 fizeram parte da série Jornalismo nas Américas sobre jornalistas inovadores na América Latina.

Com o apoio do Programa de Jornalismo Independente da Open Society Foundations, a série de seis meses ofereceu histórias e guias úteis. A série contou com a participação de 12 meios de comunicação e dois artistas gráficos freelancers de 12 países da América Latina: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Paraguai, Uruguai, e Venezuela. Cada história foi acompanhada por uma lista de lições aprendidas com os inovadores apresentados.

As histórias exploraram tópicos como a forma como os artistas gráficos estão usando o jornalismo em quadrinhos para ilustrar problemas enfrentados por latino-americanos; como jornais como La Diaria do Uruguai e Nómada da Guatemala estão experimentando com modelos de receita diversificados; e como organizações como o Animal Político do México estão colaborando com outras organizações para melhorar sua cobertura e expandir seus recursos e abrangência. Outras histórias focaram em eventos, checagem de fatos, reportagens investigativas, programas de residência, crowdfunding, sátira e vídeos online, propriedade coletiva, laboratórios de inovação, jornalismo cidadão, e muito mais. Algumas das histórias mergulharam nos antecedentes dos inovadores para mostrar os caminhos que tomaram para se tornarem inovadores. E muitos mostraram como equipes de inovadores de diferentes partes da redação (designers, programadores, redatores, e mais) trabalharam juntos para criar iniciativas e projetos novos e interessantes.

Os guias, ao mesmo tempo, mergulharam em quatro tópicos principais: design thinking, crowdfunding, financiamento de mídia digital independente e colaborações transnacionais. Os guias tinham como objetivo aprofundar o conhecimento e a compreensão dos jornalistas latino-americanos sobre esses tópicos, ajudando-os a fortalecer seus conjuntos de habilidades atuais e a desenvolver novos. Eles também foram escritos por líderes proeminentes de jornalismo em toda a América Latina, permitindo dicas em primeira pessoa e lições aprendidas.

Biblioteca Digital

As histórias e guias da série de inovadores de jornalismo foram compilados em um abrangente livro disponível em formato impresso e online. O e-book, intitulado “Inovadores no Jornalismo Latino-Americano”, foi anunciado no 11º Colóquio Ibero-Americano de Jornalismo Digital do Centro Knight, e posteriormente foi publicado no site do Centro Knight nas Américas em inglês, espanhol e português. Todas as três versões estão disponíveis gratuitamente na Biblioteca Digital do Centro Knight.

O Centro Knight está atualmente trabalhando na publicação de outro e-book relacionado a modelos de associação para meios de comunicação, programado para ser publicado na primavera de 2019.

*******

Somos gratos a todos os nossos apoiadores que ajudam a tornar nosso trabalho possível, incluindo a Open Society Foundations, a Fundação Ford, a Moody Foundation, Google, Facebook, Microsoft, UNESCO, OEA/ICHR, a Fundação Internacional de Mulheres na Mídia, o jornal The Dallas Morning News, as Bolsas de Jornalismo John S. Knight da Universidade de Stanford, a Univision, e por último mas não menos importante, nosso maior apoiador - a Fundação Knight.

E somos gratos pela nossa comunidade dedicada ao Centro Knight. Esperamos que você participe de alguns de nossos cursos, siga nosso blog, leia nossas publicações e junte-se a nós no ISOJ em abril. Estamos ansiosos para interagir com você no próximo ano!




Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook