Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Depois de ataque, jornal do México suspende edição impressa e não vai mais cobrir polícia na edição digital




Um jornal no estado de Chihuahua, no norte do México, interrompeu temporariamente sua edição impressa após um ataque a suas instalações.

El Monitor de Parral fez o anúncio num editoral publicado em 31 de julho, após informar que suas instalações e pessoal "foram vítimas de uma agressão" na madrugada do mesmo dia.

“Nós suspendemos temporariamente nossa edição impressa na esperança de encontrar melhores condições para o trabalho jornalístico”, escreveu o jornal, localizado em Hidalgo de Parral.

A publicação disse que mudaria o perfil editorial de sua edição digital.

“Não publicaremos absolutamente nenhuma notícia de natureza policial - por mais importante que seja”, diz o editorial. "Da mesma forma, não estaremos envolvidos em nenhum aspecto que represente uma inclinação política."

No entanto, o documento reforçou seu compromisso com o jornalismo realizado há 58 anos.

El Monitor de Parral foi atingido com pelo menos dois coquetéis Molotov que afetaram o primeiro e segundo andares do edifício histórico onde o jornal está localizado, de acordo com El Diario de Chihuahua.

O Procurador Geral do Estado disse que as autoridades resgataram três pessoas que não se feriram, informou a publicação.

El Diario também informou que o dono do prédio, que faz parte de uma família de comunicadores, disse que não prestaria queixa ou pediria a investigação criminal do caso.

No entanto, o Procurador Geral de Chihuahua disse que está investigando o caso.

Antes do ataque, câmeras de segurança foram danificadas e o disco rígido dos aparelhos foi roubado, de acordo com El Diario de Chihuahua.

Em uma nota separada sobre a limpeza das instalações, El Diario citou colegas do lado de fora do prédio dizendo: “É um dia negro para este trabalho.” A publicação o chamou de "talvez o pior ataque a um meio de comunicação na história de Parral".

O Fórum de Jornalistas de Chihuahua A.C. condenou o ataque e cobrou a investigação e punição dos responsáveis. Ele pediu protocolos de proteção para os ameaçados.

"Expressamos nossa preocupação com o ataque contra El Monitor de Parral, somos solidários com eles e instamos as autoridades a encontrarem os responsáveis pelo incidente, um claro ato de intimidação que tenta restringir a liberdade de expressão", afirmou o presidente Ernesto Almanza disse através de post do Facebook.

Ligações telefônicas para El Monitor de Parral não foram respondidas.




Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook