Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Repórter de rádio é assassinado no Haiti em meio a violentos protestos contra o presidente do país




O repórter Néhémie Joseph, da Radio Méga, foi encontrado morto em seu carro em 10 de outubro em Mirebalais, Haiti, conforme noticiado pela Associated Press.

Joseph postou no Facebook em setembro que havia sido ameaçado por políticos que acusaram o jornalista de incitar protestos, informou a agência de notícias, acrescentando que o motivo de seu assassinato ainda não está claro.

Segundo o jornal Le Nouvelliste, o jornalista contou a familiares sobre ameaças recentes que ele teria recebido.

Em semanas de protestos exigindo a renúncia do presidente, Jovenel Moïse, a violência já deixou quase 20 mortos no Haiti, segundo a AP.

Mirebalais, onde o corpo de Joseph foi encontrado, fica a 60 quilômetros a nordeste de Porto Príncipe e, segundo Le Nouvelliste, é uma das cidades mais agitadas.

Também no contexto desses protestos, outro jornalista, Pétion Rospide, da Radio sans fin, foi morto a tiros enquanto voltava para casa do trabalho, em 10 de junho, em Porto Príncipe.

Em 23 de setembro, o fotojornalista Dieu Nalio Chery foi atingido de raspão no rosto por uma bala depois que um legislador disparou sua arma no jardim do Senado.

E, mais recentemente, Edmond Joseph Agénor, cinegrafista da Radio sans fin, foi atingido por um tiro no dia 30 de setembro, enquanto cobria um protesto do lado de fora do aeroporto de Porto Príncipe. A polícia estava disparando munição real, de acordo com o que o diretor da estação de rádio disse a Rezo Nòdwès.



Temas:


Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook