Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Locutor é assassinado em Honduras e RSF exige missão internacional para investigar crimes contra jornalistas




Um locutor de rádio se tornou o 18ª jornalista assassinado em Honduras desde 2010, informou a BBC.

Fausto Elio Hernández, correspondente e apresentador do programa "La Voz de la Noticia" da Rádio Alegre no município de Sabá, norte de Honduras, foi assassinado a facadas no sábado, 10 de março, de acordo com a organização C-Libre.

Em razão da impunidade que prevalece em Honduras, a organização Repórteres Sem Fronteiras pediu que uma missão internacional visite o país para investigar os homicídios de jornalistas.

“Desde o início de 2012, não passou um dia em Honduras sem que um jornalista, um proprietário de meios de comunicação local ou um observador da sociedade civil tenha recebido ameaças de morte por telefone”, denunciou a organização francesa.

A polícia informou que o crime não estava relacionado com o exercício jornalístico da vítima, mas com um problema pessoal, segundo a agência EFE. Entretanto, as testemunhas do crime se negam a falar com a polícia por temer represálias, noticiou El Heraldo.

Honduras, onde se comete um assassinato a cada 74 minutos, é o país com a taxa mais alta de homicídios do mundo segundo a ONU e o segundo país mais perigoso para exercer o jornalismo no continente americano. Para mais informação, veja este mapa do Centro Knight sobre ataques à imprensa na América Central.




Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook