Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Apesar da crise nos EUA e na Europa, circulação de jornais sobe e deve continuar crescendo na América Latina




Enquanto na Europa e nos Estados Unidos os veículos impressos enfrentam uma crise por causa da queda do número de leitores e do faturamento com publicidade, a circulação dos jornais latino-americanos cresce e tem potencial para continuar aumentando, disse Christoph Riess, diretor executivo da Associação Mundial de Jornais e Editores (WAN-IFRA).

Segundo Riess, o número de leitores de jornais impressos na América Latina cresceu 5,1% entre 2005 e 2009, enquanto o faturamento com publicidade aumentou 65%. Já na América do Norte, houve queda de 33,1% e na Europa, de 13%, informou a AFP.

Se na Europa e na América do Norte o faturamento com publicidade na internet deve superar o com anúncios em impressos num futuro próximo, na América Latina isso está longe de acontecer, afirmou Riess durante uma conferência da WAN-IFRA em Bogotá, na Colômbia. “A América Latina (…) tem mais tempo para se preparar para as mudanças digitais, o que é uma oportunidade para aprender com as boas e más experiências de outras regiões”.

Outros estudos têm apontado na mesma diração: apesar da crise econômica mundial, a circulação dos veículos impressos ainda tende a crescer na América Latina. Atualmente, os jornais chegam a 43% da população da Colômbia, a 36,8% da do Chile e a 27% da do Brasil, segundo a WAN-IFRA.

Embora Riess tenha destacado a importância dos impressos na América Latina, ele salientou que é preciso ver os meios digitais como uma oportunidade, porque, no futuro, o papel poderá não ser mais tão importante.




Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook