Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Grupo Folha demite jornalistas por comentários no twitter



O editor-assistente de política da Folha de São Paulo, Alec Duarte, e a repórter do Agora SP, Carol Rocha, foram demitidos do Grupo Folha, na última quinta-feira (31), após trocarem mensagens sobre a morte do ex-vice-presidente José Alencar no twitter, de acordo com o site IDG Now.

"Nunca um obituário esteve tão pronto. É só apertar o botão”, comentou Duarte no microblog, fazendo referência, sem citar nomes, à preparação antecipada de obituários nas redações. “Mas na Folha.com nada ainda... esqueceram de apertar o botão. rs", respondeu Rocha.

O jornalista, em seguida, lembrou do erro cometido pela Folha na divulgação da morte do ex-senador Romeu Tuma, sem citar diretamente o veículo. "Ah sim, a melhor orientação ever. O último a dar qualquer morte. É o preço por um erro gravíssimo."

Segundo a revista Info, a conversa foi considerada inadequada pela ombudsman do jornal, Suzana Singer, que abordou o assunto em sua coluna de domingo. Em resposta, a repórter do Agora SP alegou que não houve repercussão nos comentários e criticou as demissões em seu blog.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) lamentou a decisão do grupo Folha. “É uma atitude autoritária que não coaduna com o discurso de uma empresa que diz defender a liberdade de imprensa e de expressão”, disse a entidade.

Não é a primeira vez que jornalistas sofrem represálias por comentários feitos em redes sociais. Um editor da National Geographic no Brasil e um fotógrafo do Agora também foram demitidos após postagens no twitter. Para conhecer outros casos, acesse o perfil do Centro Knight sobre liberdade de expressão nas redes sociais.




Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook