Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Fotógrafo é agredido ao cobrir conflito agrário em Honduras



Um suposto grupo de camponeses armados com fuzis atirou em direção a um fotógrafo do jornal La Prensa, informou o Proceso Digital. O fotógrafo, que não foi identificado, cobria operações militares para desarmar camponeses na região de Bajo Aguán, na costa atlântica de Honduras.

A região foi cenário de tensos conflitos de terra envolvendo camponeses, empresários e o governo. Duas semanas atrás, cinco camponeses morreram em um enfrentamento armado com seguranças de uma fazenda que, segundo a polícia, estava sendo tomada a força, dizem a EFE e a Rights Action. Os camponeses alegam que a fazenda havia sido apropriada ilegalmente por um empresário.

Segundo o jornal El Heraldo, organizações camponesas denunciaram um “plano sinistro de desestabilização, perseguição, intimidação e aniquilamento e negaram a afirmação dos militares de que estivessem armadas.

O jornal La Prensa afirma que seu fotógrafo foi ameaçado e que as imagens que conseguiu registrar confirmam a existência de grupos com armas proibidas na região. O vice-ministro de Segurança condenou o ataque, que qualificou como uma clara agressão à liberdade de expressão, acrescenta La Tribuna.


Other Related Headlines:
» El Tiempo (Problemas insolúveis nas regiões rurais de Honduras)
» El Heraldo (Ansiedade nas fazendas do Bajo Aguán)
» La Tribuna (Uma escopeta e 27 pistolas são confiscadas)


Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook