Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Governo americano restaura base pública de dados sobre erros médicos, mas com restrições para jornalistas




Após protestos de jornalistas e organizações de jornalismo, o governo americano voltou a permitir o acesso público a uma base de dados de erros médicos -- embora com restrições para jornalistas, agora proibidos de utilizar o banco de informações para identificar profissionais, segundo a Reuters.

O Banco de Dados Nacional de Médicos, criado em 1986, estava fora do ar para o público desde setembro, depois de o diário Kansas City Star usá-lo para publicar uma matéria sobre o suposto histórico de negligência de um neurocirurgião.

As novas restrições significam que os jornalistas não poderão usar a base de dados para verificar informações de outras fontes, explicou o New York Times, citando Charles Ornstein, presidente da Associação de Jornalistas de Saúde, que disse: “É preocupante que uma agência federal diga aos jornalistas o que eles podem ou não fazer. E como pensam em aplicar essas restrições?”

Os críticos afirma que as restrições são "impraticáveis" e passam dos limites,, de acordo com o Kansas City Star.




Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook