Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Jornalista boliviano morre em circunstâncias estranhas, envolvendo uma explosão com dinamite




Um editor da Agência de Notícias Fides (ANF), David Niño de Guzmán, foi encontrado morto em um terreno baldio em La Paz, na Bolívia, na quinta-feira 21 de abril, com o estômago destruído por uma explosão com dinamite, informou a própria agência.

O caso não foi registrado como homicídio, mas o jornal Opinión salienta que a morte do jornalista se deu em “circunstâncias estranhas”.

Não podemos descartar roubo, vingança ou assassinato, estamos considerando diversas hipóteses”, disse o investigador Rosalío Álvarez, citado pelo Jornadanet.

Segundo a Eju TV, Niño de Guzmánn estava desaparecido desde a noite da terça-feira 19 de abril. A família diz que o jornalista recebeu uma ligação antes de sair de casa e desaparecer. De acordo com o Bolpress, os parentes afirmam que ele foi torturado antes de ser morto.

O presidente da Bolívia, Evo Morales, ordenou “uma investigação exaustiva” das circunstâncias da morte do jornalista, acrescentou a FM Bolivia.

A Federação de Profissionais da Imprensa de La Paz pediu às autoridades que solucionem o caso rapidamente e implementem regras para proteger a vida dos jornalistas, noticiou o Los Tiempos.

A morte de Niño de Guzmán aconteceu uma semana após o produtor de TV Gabriel Guzmán ser baleado por assaltantes em sua própria casa, explicou o Bolpress.




Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook