Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Oposição pede investigação de gastos com publicidade oficial na Argentina



O governo argentino gastou 107 milhões de pesos (R$ 45,4 milhões) com publicidade oficial na televisão aberta em 2010, e 67,5% das verbas foram destinadas ao Canal 9, informou o jornal La Nación. Diante da notícia, legisladores de oposição pediram uma investigação urgente dos gastos governamentais com publicidade, informou o Clarín.

O Perfil aponta que o Canal 9 é o quarto mais visto no país, e uma das emissoras líderes, a Telefe, recebeu a segunda maior quantidade de verbas - 16,7% do total. Num clima de forte tensão entre os maiores grupos de comunicação privados e o governo de Cristina Kirchner, opositores reclamam do uso de recursos públicos para favorecer emissoras e produtoras simpatizantes.

Em resposta às críticas da oposição, o chefe de gabinete do governo argentino, Aníbal Fernández, acusou os jornais Clarín e La Nación de mentirem sobre a publicidade oficial, relatou a Télam: "Se eles vivem mentindo, uma mentira a mais dá no mesmo (...) São uns burros excepcionais", atacou Fernández, acusando ainda os jornais de "incentivarem a falta de combustível no país" com uma "forte operação midiática" para "romper a lógica" de consumo.

A deputada Silvana Giudici, que preside a Comissão da Liberdade de Expressão, afirmou ao Clarín que “2011 será o ano em que sancionaremos a lei para a distribuição transparente da publicidade oficial." De acordo com o Perfil, existem nove projetos de lei tramitando no Congresso sobre o tema.




Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook