Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Organizações acusam governo dos EUA de intimidar repórter e tirar banco de dados sobre erros médicos do ar




Organização de jornalismo dos Estados Unidos pedem ao Congresso e ao Departamento de Saúde e Serviços Humanos que restabeleçam o acesso público a um banco de dados com informações sobre erros dos médicos, informou o Kansas City Star na quinta-feira 22 de setembro.

O Banco de Dados Nacional de Médicos, criado em 1986, inclui um arquivo "de uso público", mas as informações foram tiradas do ar no início do mês, depois que um repórter do Kansas City Star usou dados obtidos no site para escrever sobre o suposto histórico de erros de um neurocirurgião, explicou a Reuters.

As autoridades enviaram uma carta ao repórter Alan Bavley, na qual ameaçam que ele poderia ter de pagar 11 mil dólares em multas por violar disposições federais sobre confidencialidade, acrescentou o The New York Times. Em resposta, a Associação de Jornalistas de Saúde, a Repórteres e Editores Investigativos (IRE, na sigla em inglês) e a Sociedade de Jornalistas Profissionais escreveram à Administração de Recursos e Serviços de Saúde (HRSA, na sigla em inglês) para dizer que desaprova "fortemente" a tentativa de intimidação."

“Também nos choca que um funcionário público tenha a arrogância de ameaçar um repórter de saúde por fazer o trabalho dele,” disse o presidente da IRE, Manny Garcia, segundo o site da Sociedade de Jornalistas Profissionais. “A HRSA deveria estar feliz por saber que os jornalistas estão usando as informações públicas para ajudar a salvar vidas".

De acordo com o Consumer Affairs, a IRE disponibilizou o arquivo em seu próprio site.




Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook