Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Polícia venezuelana prende duas pessoas por difundirem "boatos falsos" sobre bancos no Twitter



Dois usuários do Twitter foram presos na Venezuela na semana passada acusados de divulgar "falsos boatos" para "desestabilizar o sistema bancário nacional". As prisões ocorreram depois que o governo venezuelano decretou intervenção no Banco Federal, presidido por um dos principais acionistas do canal de oposição Globovisión, alegando irregularidades e problemas de liquidez, informaram El Nacional e a EFE.

A difusão de rumores mal-intencionados é considerada crime pela Lei Bancária e poderia custar 11 anos de prisão aos dois internautas - uma mulher de 35 anos e um homem de 41 anos, afirma o Correo del Caroni. Segundo El Universal, a polícia poderia prender outros 15 usuários do serviço de microblog pelos mesmos motivos.

Organizações como a Repórteres Sem Fronteiras (RSF) pediram ao governo venezuelano que liberte os dois. A RSF declarou que a pena de prisão é uma ação desproporcional contra "dois simples internautas que apenas expressaram suas opiniões no Twitter."


Other Related Headlines:
» Usuário do Twitter é preso por escrever mensagem contra banco na Guatemala (Centro Knight)
» Hugo Chávez estreia no Twitter para enfrentar oposição (Centro Knight)
» Na Venezuela 2.0, as redes sociais são a nova frente de opositores e partidários de Chávez (Centro Knight)

No comments

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.


Assine o boletim semanal

Receba nosso boletim semanal sobre jornalismo nas Américas.

Escolha seu idioma:

English
Español
Português

Por favor, digite seu e-mail:

Facebook

Comentários recentes