Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Relatório internacional demonstra preocupação com a deterioração da liberdade de imprensa no Equador



A Associação Mundial de Jornais e Editoras de Notícias (WAN-IFRA, na sigla em inglês) publicou um relatório criticando o governo equatoriano por suas ações contra as liberdades de imprensa e de expressão no país.

O departamento de Liberdade de Imprensa da WAN-IFRA conduziu uma investigação no Equador em novembro de 2011 entrevistando vários representantes da área de comunicação e do governo. Baseado nos resultados desta investigação, o documento observou que há "uma rápida degradação da situação da liberdade de imprensa no país andino”.

O presidente Rafael Correa é conhecido por ter problemas com a imprensa e atuar contra a liberdade de expressão. Suas ações causam preocupação entre os representantes e defensores da liberdade de imprensa e de expressão tanto dentro como fora do país.

De acordo com o site de notícias Confirmado.net, o relatório da WAN-IFRA conclui que Correa “pretende executar uma sofisticada estratégia de marginalização de toda voz independente do poder oficial”.

A ONG equatoriana Fundamedios relatou no ano passado que há pelo menos 13 processos ou investigações contra veículos de imprensa ou jornalistas. Também informou que em 2011 ocorreram “156 agressões contra meios de comunicação, jornalistas e cidadãos que exerciam seu direito à liberdade de expressão”.




Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook