Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Venezuela extradita para a Colômbia jornalista sueco acusado de representar as FARC na Europa




Acusado de representar as FARC na Europa, o jornalista sueco de origem colombiana Joaquín Pérez Becerra foi preso na Venezuela e extraditado para a Colômbia, informaram o El Heraldo e o El Espectador. Ele chegou a Bogotá na segunda-feira 25 de abril.

Pérez Becerra, conhecido como Alberto Martínez, nasceu na Colômbia, mas é cidadão da Suécia, país onde mora há alguns anos, desde 1995. Ele foi preso no sábado 23 de abril, no aeroporto internacional de Caracas, a pedido do presidente de Colômbia, Juan Manuel Santos, que agradeceu a cooperação do mandatário da Venezuela, Hugo Chávez, informou a BBC.

Santos disse que o jornalista, diretor da Agência de Notícias Nova Colômbia (Anncol), conhecida por divulgar informações sobre a guerrilha colombiana, é "responsável, há muitos anos, por toda essa péssima propaganda das FARC na Europa".

Ao chegar em Bogotá, Pérez Becerra disse ser refugiado político na Suécia, não um guerrilheiro das FARC [Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia], segundo a Caracol Radio.

De acordo com a rádio RCN, o jornalista enfrenta na Colômbia acusações de conspiração para o terrorismo e de financiar o terrorismo.

Veja abaixo um vídeo da Telesur sobre a prisão e extradição do jornalista.




Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook