Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Violência no México lança jornais do interior na linha de fogo



Os meios de comunicação mais atingidos pela violência no México, que resultou na morte de pelo menos oito jornalistas este ano, são os das cidades do interior do país, observou a Inter Press Service (IPS).

"Os veículos locais apuram o que está acontecendo em primeira mão. São atores físicos e visíveis ", disse Armando Prida, presidente da Fundação para a Liberdade de Expressão (Fundalex), à IPS.

Carla Aguirre, da ONG Artigo 19 no México, afirmou que a violência é o método de censura mais recorrente no país, especialmente para os jornais locais.

No estado de Michoacán, onde o jornalista Hugo Oliveira foi morto nesta terça-feira, profissionais da imprensa organizaram um protesto para reivindicar o direito à liberdade de expressão e exigir a investigação dos crimes contra jornalistas, relatou o Cambio de Michoacán


Other Related Headlines:
» A liberdade de expressão corre "grande risco" no México (em espanhol) (Vanguardia)
» "A voz dos jornalistas nao deve ser calada com balas" (em espanhol) (Cambio de Michoacán)
» México cria promotoria especial para delitos contra a liberdade de expressão (Centro Knight)

No comments

Comentar

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.


Assine o boletim semanal

Receba nosso boletim semanal sobre jornalismo nas Américas.

Escolha seu idioma:

English
Español
Português

Por favor, digite seu e-mail:

Facebook

Comentários recentes