Knight Center
Knight Center

Presidente do Equador propõe referendo para limitar investimento de bancos em empresas de comunicação




O presidente do Equador, Rafael Correa, propôs a realização de um referendo sobre a limitação de investimentos por parte dos bancos em empresas de comunicação, com o objetivo de “evitar conflitos de interesses”, informou a imprensa local e agências de notícias. A proposta de consulta popular, enviada à Corte Constitucional para a análise de sua legalidade, também inclui mudanças no sistema judicial.

De acordo com o El Universal, o referendo incluirá dez perguntas, uma deles relacionada a uma lei de comunicação contra supostos excessos da imprensa. Correa, que mantém uma tensa relação com a mídia e frequentemente se refere a jornais de oposição como “pasquins”, pretende estabelecer um órgão para controlar o conteúdo divulgado pelos veículos, explicou a Europa Press.

A Constituição de 2008 já proíbe entidades e grupos financeiros de ter participação majoritária em empresas de comunicação, mas o governo quer uma norma mais detalhada sobre a questão.



Responder

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.


Assine o boletim semanal

Receba nosso boletim semanal sobre jornalismo nas Américas.

Escolha seu idioma:

English
Español
Português

Por favor, digite seu e-mail: