Knight Center
Knight Center

RSF cobra investigação de assassinato de comentarista político e dono de uma rádio no Panamá




Repórteres Sem Fronteiras exigiu que as autoridades investiguem o assassinato do proprietário de uma rádio e diretor de um programa político no Panamá. Darío Fernández Jaén foi morto em 6 de novembro na cidade de Penonomé, a poucos minutos da capital panamenha.

Fernández Jaén foi membro do Partido Revolucionário Democrático (PRD) e governou por três mandatos a província de Coclé, na região central do Panamá, nos anos de 1985, 1996 e 2004. No momento em que foi morto, ele era proprietário da estação de rádio Mi Favorita, onde apresentava um programa de comentários políticos, de acordo com o jornal La Estrella de Panamá.

As autoridades estão analisando se sua morte está relacionada com suas críticas recentes sobresupostas irregularidades no processo de titulação de terras em Coclé del Norte, de acordo com a ONG Artigo 19.

Um indivíduo identificado como um dos suspeitos pelo assassinato do jornalista foi preso e confessou ter sido pago para cometer o crime, informou Lliteras Info.

A morte ocorreu em meio às celebrações pelo Dia do Jornalista, em 13 de novembro, quando
um grupo de jornalistas lançou uma campanha para acabar com a violência contra profissionais da imprensa e exigir o respeito pela liberdade de expressão. Veja abaixo um vídeo dessa campanha:



Responder

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.


Assine o boletim semanal

Receba nosso boletim semanal sobre jornalismo nas Américas.

Escolha seu idioma:

English
Español
Português

Por favor, digite seu e-mail: