Knight Center
Knight Center

Blog JORNALISMO NAS AMERICAS

Blogueira dissidente quer lançar veículo de notícias independente em Cuba




Yoani Sánchez falando durante a conferência da IAPA em Puebla, México. Fonte: Síntesis

A dissidente cubana e blogueira Yoani Sánchez anunciou ter a intenção de estabelecer uma organização de notícias independente na ilha quando voltar de seu tour pelo mundo, reportou a agência France-Presse no domingo, 10 de março.

Sánchez, 37, fez o anúnciou após sua apresentação sobre liberdade de expressão em Cuba durante o Encontro Semestral da Sociedade Interamericana de Imprensa em Puebla, no México. Ela não deu mais detalhes durante o anúncio, segundo a AFP.

Conhecida crítica do regime castrista, Sánchez fala sobre o cotidiano em Cuba em seu blog, Generación Y, e no Twitter. Ano passado, ela foi presa logo após a IAPA nomeá-la vice-presidente de seu Comitê pela Liberdade de Expressão e Informação por Cuba.

“Sei que é impossível, que é ilegal. Mas não serei eu quem vai me impedir", disse ela à AFP. "E conheço muitas pessoas cheias de energia que se juntarão a mim para levar esse projeto adiante."

O governo comunista de Cuba controla a mídia e proíbe propriedades privadas de veículos de notícias. Segundo o relatório sobre Liberdade de Imprensa de 2012 da Freedom House, Cuba tem as leis mais restritas sobre liberdade de expressão e de imprensa na América.

O veículo de notícias de Sánchez não seria o primeiro a ser lançado em Cuba durante o regime de Castro. Sua organização se juntaria à Hablemos Press, organização não-governamental e veículo de notícias fundada em 2009, que publica matérias sobre a ilha, e a outra, a Habana Press. Ambas as organizações já tiveram de enfrentar sanções do governo por suas reportagens, inclusive prisões.

Além de anunciar suas intenções de fundar um veículo de notícias, Sánchez também falou sobre o estado deplorável de acesso à internet em Cuba. A blogueira disse que o acesso à internet permanece restrito e que aqueles que têm acesso pagam até $10 por hora, segundo Síntesis. Ainda neste ano, Sánchez escreveu no site do Comitê de Proteção aos Jornalistas que um cabo de fibra ótica recentemente ativado da Venezuela não melhorou muito a conexão ou a velocidade das conexões à internet na ilha.

Sánchez está fazendo um tour pelo mundo após uma briga de cinco anos para conseguir um passaporte do governo cubano. Protestantes pró-Castro  fizeram manifestações contra a participação da blogueira cubana na conferência da IAPA no México, reportou o Martí Noticias, e a receberam com protestos em sua viagem ao Brasil.




Assine nossa newsletter semanal “Jornalismo nas Américas”

Boletim Semanal (Português)
Boletín Semanal (Español)
Weekly Newsletter (English)
 
Marketing by ActiveCampaign

Facebook