texas-moody

Sobre

knight-center-journalism

Desde 2002, o Centro Knight de Jornalismo nas Américas da Universidade do Texas em Austin lidera programas de extensão universitária e treinamento para jornalistas da América Latina e do Caribe.

Ajudamos jornalistas independentes no Hemisfério Ocidental a criar uma nova geração de associações e outras organizações para elevar os padrões do jornalismo em seus países.

Nossos programas de treinamento beneficiaram milhares de jornalistas, professores e estudantes de jornalismo nas Américas e além. Desde 2012, o Journalism Courses, o programa de ensino à distância do Centro, oferece cursos online massivos e abertos (MOOCs, na sigla em inglês) que atraem jornalistas de todo o mundo.

O Simpósio Internacional de Jornalismo Online (ISOJ, na sigla em inglês), organizado anualmente pelo Centro Knight da Universidade do Texas em Austin, tornou-se uma das conferências de jornalismo mais prestigiadas do mundo. O ISOJ começou em 1999 como um pequeno simpósio focado na indústria de notícias online nascente nos Estados Unidos, tornou-se internacional em 2003, adicionou um componente de pesquisa acadêmica em 2004 e uma revista revisada por pares em 2011.

Desde 2008, o Centro Knight também tem sido organização do Coloquio Iberoamericano de Periodismo Digital (Colóquio Ibero-americano de Jornalismo Digital) no dia seguinte ao ISOJ. O Colóquio é uma conferência menor, em espanhol, criada para aproveitar a presença na ISOJ de muitos jornalistas, executivos de mídia e acadêmicos da América Latina, Espanha e Portugal e promover uma discussão sobre a evolução do jornalismo online com foco regional.

O Centro Knight também se tornou referência para notícias e informações sobre jornalismo e liberdade de imprensa na América Latina e no Caribe desde que começou a cobrir essas questões com um blog lançado em 2003. Em 2020, depois de 17 anos o blog Jornalismo nas Américas se tornou a LatAm Journalism Review, uma revista digital independente.

Graças a uma generosa doação da John S. e James L. Knight Foundation, o Centro Knight foi criado em 2002 pelo professor Rosental Calmon Alves,  titular da Cátedra Knight de Jornalismo e da Cátedra UNESCO em Comunicação da Escola de Jornalismo e Mídia da Moody College of Communication na Universidade do Texas em Austin.

Desde então, o centro recebeu subsídios sucessivos da Knight Foundation, mas também se beneficiou de outros financiadores, incluindo fundações, corporações e doadores individuais. Também gerou receita com suas atividades, o que ajuda a financiar os custos operacionais do centro. O Centro Knight recebe contribuições substanciais da Universidade do Texas em Austin e de sua Faculdade Moody de Comunicação.

Para apoiar o nosso trabalho, visite a nossa página segura de doações online ou envie um cheque em nome da Universidade do Texas em Austin para:

Knight Center for Journalism in the Americas

300 West Dean Keeton St., Stop A1000 • BMC 3.212

Austin, TX 78712

Será um prazer ouvir as suas considerações. Por favor, não hesite em contatar-nos em knightcenter@austin.utexas.edu.

Nossa História

2017 KC Team

10º Coloquio Iberoamericano de Periodismo Digital. Fotos por Mary Kang/Knight Center

O Centro Knight foi fundado pelo professor Rosental Alves em 2002, graças a uma doação generosa de US$ 2 milhões da John S. e James L. Knight Foundation. Em 2007, a Fundação Knight prometeu US$ 1,6 milhão adicional em cinco anos para permitir que o Centro Knight redirecionasse seu trabalho como um centro de mídia digital para o jornalismo da América Latina e do Caribe e expandisse seus esforços para servir como incubadora de novas organizações de jornalismo. Mais recentemente, em abril de 2016, o Centro recebeu uma doação de US$ 600.000 da Knight Foundation para expandir seu programa de educação em jornalismo online por um período de quatro anos.

A Knight Foundation permaneceu como um doador importante, mas o Centro Knight também contou com contribuições de outras organizações, como Open Society Foundations, Ford Foundation e empresas como The Dallas Morning News, Google, Microsoft, Facebook e Univision.

Desde a sua criação em 2002, o Centro Knight teve quatro objetivos principais:

  1. Ajudar jornalistas na América Latina e no Caribe a criar uma nova geração de associações próprias, locais, independentes e autossustentáveis ​​ou outro tipo de organização;
  2. Desenvolver um programa pioneiro e inovador de ensino à distância para ajudar os jornalistas a melhorar suas habilidades e se adaptar às demandas da revolução digital;
  3. Ter uma publicação digital para cobrir jornalismo na América Latina e no Caribe; e
  4. Convocar conferências e eventos para promover e facilitar o debate e o compartilhamento de conhecimentos entre jornalistas e acadêmicos sobre como elevar os padrões do jornalismo de interesse público.

Um dos primeiros projetos do Centro Knight foi ajudar jornalistas a criar e fortalecer uma nova geração de associações independentes ou outras organizações para trabalhar em programas de treinamento autossustentáveis ​​para elevar os padrões jornalísticos no hemisfério. Especificamente, o Centro Knight ajudou jornalistas a criar várias dessas organizações, incluindo a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), o Fórum Argentino de Jornalismo (FOPEA), a Rede Provincial de Jornalistas do Peru, o Fórum Paraguaio de Jornalismo  (FOPEP) e o Conselho de Redação (CdR) da Colômbia.

Em outubro de 2003, o Centro Knight lançou seu programa de ensino à distância para oferecer treinamento online gratuito ou de baixo custo a jornalistas, com foco em ferramentas digitais e inovação. O programa pioneiro de ensino à distância do Centro atendeu cerca de 7.000 estudantes da América Latina e do Caribe por meio de 120 cursos online entre 2003 e 2012. Desde outubro de 2012, quando lançou seu primeiro MOOC (curso online massivo e aberto), até julho de 2020, quando lançou seu novo site Journalism Courses, o centro alcançou quase 250 mil estudantes de 200 países.

Por 17 anos (2003 - 2020), o blog trilíngue (em inglês, português e espanhol) Jornalismo nas Américas publicou milhares de artigos sobre jornalismo, questões de liberdade de imprensa e melhores práticas da mídia nas Américas. No verão (no hemisfério norte) de 2020, o blog tornou-se uma revista trilíngue de notícias digitais, a LatAm Journalism Review. Como um site independente, a publicação adotou um design e funcionalidades mais contemporâneos, expandindo a cobertura do jornalismo e da liberdade de imprensa na América Latina e no Caribe. A LJR é produzida por uma equipe de jornalistas de Austin, incluindo estudantes da Escola de Comunicação Moody de Jornalismo e Mídia, e colaboradores espalhados por todo o hemisfério.

Desde 2003, o Centro Knight organiza o Simpósio Internacional de Jornalismo Online (ISOJ, na sigla em inglês), criado em 1999 pelo professor Rosental Alves como uma pequena conferência focada apenas no setor de notícias americano. Em 2003, o ISOJ tornou-se internacional e, em 2004, incluiu um componente de pesquisa acadêmica. Ano após ano, a ISOJ cresceu em tamanho e importância, tornando-se uma das conferências de jornalismo mais prestigiadas do mundo. Todos os anos, editores, produtores, executivos de mídia e acadêmicos de todo o mundo se reúnem no ISOJ da Universidade do Texas em Austin para discutir a evolução do jornalismo online.

Durante uma década (2003-2013), o Centro Knight também organizou o Fórum de Austin sobre Jornalismo nas Américas. Essa conferência anual promoveu a colaboração entre organizações dedicadas ao treinamento em jornalismo e à defesa da liberdade de imprensa na América Latina e no Caribe, incluindo aquelas que o Centro Knight ajudou os jornalistas locais a criar em todo o hemisfério.

Equipe

Rosental Alves Featured
Rosental Alves, Diretor

A equipe do Knight Center é liderada pelo professor Rosental Calmon Alves, titular da Cátedra UNESCO em Comunicação e da Cátedra Knight de Jornalismo na Escola de Jornalismo da Moody College of Communication, da Universidade do Texas em Austin. O professor Alves, um jornalista veterano brasileiro, se mudou para Austin em 1996 para ser o titular inaugural da Cátedra Knight. Ele é ex-presidente da Orbicom, a rede global de cátedras da UNESCO em comunicação. O professor Alves é parte do conselho do Maria Moors Cabot Awards na Columbia University e membro de muitos conselhos internacionais de organizações relacionadas ao jornalismo, como a Nieman Foundation for Journalism na Harvard University e o International Consortium of Investigative Journalists. Suas três áreas de ensino e pesquisa são notícias internacionais, especialmente o trabalho de correspondentes estrangeiros na América Latina; jornalismo latino-americano e liberdade de imprensa; e jornalismo digital. Ele fundou o Centro Knight em 2002.

Mallary Tenore Featured
Mallary Tenore, Diretora Associada

Mallary Tenore é diretora associada do Centro Knight para o Jornalismo nas Américas na Moody College of Communication da Universidade do Texas em Austin, onde supervisiona a equipe do Centro, o trabalho programático, eventos, captação de recursos e muito mais. Ela também é membro do corpo docente da Escola de Jornalismo e Mídia da UT e da Escola de Negócios McCombs, onde ministra cursos relacionados à escrita.

Anteriormente, Mallary foi Diretora Executiva da Images & Voices of Hope (ivoh), uma organização  de mídia sem fins lucrativos, onde criou uma bolsa de reportagem e supervisionou a gestão de eventos, parcerias, captação de recursos e o site da organização e sua presença nas redes sociais. Antes da ivoh, Mallary foi Editora Gerente do Poynter.org, site de notícias sobre mídia do Poynter Institute, onde ela editou e reportou histórias sobre a indústria da mídia. Ela também lecionou em seminários do Poynter destinados a ajudar jornalistas a melhorar suas habilidades de redação e reportagem. Ela continua sendo membro adjunto do corpo docente do Poynter Institute e liderou capacitações em redação para jornalistas em todo o mundo.

Em 2013, Mallary foi nomeada uma das 50 principais mulheres inovadoras no jornalismo digital. Em 2012, ela foi incluída em uma lista das 100 melhores contas no Twitter que cada estudante de jornalismo deveria seguir e foi nomeada finalista do Mirror Award por excelência em reportagem. Artigos e ensaios de Mallary já foram publicados em The New York Times, The Washington Post, The Dallas Morning News, The Tampa Bay Times, e muito mais. Atualmente ela está escrevendo um livro de memórias sobre a recuperação de um transtorno alimentar e ela aprecia ensinar o ofício de redação autobiográfica e redação de memórias.

Mallary é bacharel em inglês e espanhol pela Providence College, bem como mestre em redação de não-ficção pela Goucher College. Ela mora nos arredores de Austin com seu marido e seus dois filhos pequenos.

Teresa Mioli headshot
Teresa Mioli
Coordenadora do programa
Filipa Rodrigues Featured
Filipa Rodrigues
Produtora Multimídia e Coordenadora de Ensino à Distância
Silvia Higuera Featured
Silvia Higuera
Jornalista
Ricardo Monteiro
Ricardo Monteiro
Produtor Multimídia
Carolina de Assis
Carolina de Assis
Jornalista
Julio Lubianco Featured
Júlio Lubianco
Jornalista