texas-moody

Blog

knight-center-journalism

Baixe (gratuitamente) e-book multilíngue sobre segurança e proteção dos jornalistas na América Latina e no Caribe

O Centro Knight para o Jornalismo nas Américas publicou um novo e-book sobre segurança e proteção dos jornalistas na América Latina e no Caribe.

“Proteção dos Jornalistas: Segurança e Justiça na América Latina e no Caribe” é o produto de oito meses de artigos publicados originalmente na revista digital do Centro Knight para o Jornalismo nas Américas, LatAm Journalism Review. O e-book, financiado pelo Fundo Global de Defesa da Mídia da UNESCO, pode ser baixado gratuitamente em inglês, espanhol ou português da biblioteca digital do site JournalismCourses.org.

Proteção dos Jornalistas E-book - Capa

O e-book é uma compilação de 14 reportagens publicadas entre dezembro de 2021 e julho de 2022, com foco em quatro grandes temas:

  • Cobertura de protestos
  • Cobertura de conflitos violentos
  • Desenvolvimento de mecanismos para proteger os jornalistas
  • Investigação e julgamento de casos de violência contra jornalistas

O e-book apresenta estudos de casos de países e detalhes nunca antes relatados de violência contra profissionais da imprensa. Também inclui guias sobre como se manter seguro na cobertura de protestos e conflitos violentos. E examina os atrasos na criação de mecanismos de proteção para jornalistas, assim como as falhas nas instituições criadas para evitar a impunidade.

Os autores analisam profundamente países como Bolívia, Guatemala, El Salvador, Honduras e México, mas também incluem exemplos de casos de jornalistas no Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Nicarágua, Peru e Venezuela. As lições e os estudos de casos, contudo, podem ser aplicados a países de toda a região.

“Ao longo do século 21, a situação da imprensa na América Latina se deteriorou”, disse Javier Garza, jornalista mexicano e editor do projeto, na introdução do livro. “Se nos últimos anos do século passado se pensava que a abertura democrática e a inovação tecnológica trariam um novo clima de liberdade de expressão, nos últimos anos a ascensão do crime organizado e dos regimes autoritários criou novos riscos”.

“Para lidar com eles, jornalistas e autoridades tentaram criar diferentes ferramentas para melhorar a segurança no exercício de reportagem”, continuou Garza. “Neste livro, propomo-nos a percorrer essas tentativas, realizadas em diferentes frentes: redações, grupos de jornalistas, associações de mídia, governos ou promotores. E são os próprios jornalistas que contam como foram essas experiências”.

O e-book foi editado por Garza, especialista em questões de segurança na imprensa, e coordenado por Teresa Mioli, coordenadora de programas do Centro Knight. As matérias foram escritas por membros da equipe da LatAm Journalism Review, e também por jornalistas de veículos de comunicação e organizações jornalísticas da América Latina.

As ilustrações especiais que acompanharam o projeto foram feitas por Pablo Pérez, da Altais Comics, sediada em Medellín, Colômbia.

“Esperamos que nosso trabalho ajude repórteres e editores com informações úteis sobre a segurança dos jornalistas nas Américas e sobre a questão da impunidade”, disse o professor Rosental Calmon Alves, fundador e diretor do Centro Knight para o Jornalismo nas Américas, no prefácio do e-book. “Também esperamos que este e-book se torne uma referência para organizações e pessoas preocupadas com a segurança dos jornalistas nas Américas e além, em um momento em que a imprensa livre tem estado sob uma onda de ataques sem precedentes”.

Assine nossos boletins

Inscrever-se