texas-moody

Blog

knight-center-journalism

'Informação e Eleições na Era Digital': Inscreva-se no curso online gratuito do Centro Knight em quatro idiomas

Países ao redor do mundo terão eleições nos próximos dois anos e, consequentemente, também sentirão o impacto da revolução digital no compartilhamento de informações e na votação.

Para preparar os principais interessados sobre como as novas tecnologias afetam a informação e as eleições, o Centro Knight para o Jornalismo das Américas uniu forças com a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) para organizar um curso online multilíngue gratuito.

"Informação e Eleições na Era Digital" é um curso aberto online massivo (MOOC) que será oferecido de 19 de setembro a 23 de outubro de 2022 em inglês, francês, português e espanhol. Inscreva-se agora!

Informação e Eleições na Era Digital

A Seção de Liberdade de Expressão e Segurança dos Jornalistas da UNESCO e o PNUD trabalharam com o Centro Knight para montar este programa.

Os estudantes aprenderão padrões de liberdade de expressão e serão expostos a experiências recentes sobre como abordar a desinformação e discursos de ódio que se espalham durante processos eleitorais.

Os palestrantes incluirão: Alphonce Shiundu, Africa Check; Andrew Puddephatt, Internet Watch Foundation; Benoît Loutrel, Autoridade Reguladora da Comunicação Audiovisual e Digital (Autorité de régulation de la communication audiovisuelle et numérique; ARCOM); Glen Mashini, Presidente da Comissão Eleitoral (IEC) da África do Sul; Guilherme Canela, Chefe de Seção, UNESCO; Patricia Campos Mello, jornalista; Roselyn Akombe, Chefe de Governança e Construção da Paz na África para o PNUD; Lorenzo Córdova Vianello, Instituto Nacional Eleitoral (INE) México; Vusumuzi Sifile, Panos África do Sul; Comissão Supervisora Eleitoral do Líbano e programa regional do PNUD; cinco praticantes e especialistas do PNUD apresentarão as contribuições dos palestrantes: Dan Malinovic, Ponto Focal para as Eleições; Niamh Hanafin, Conselheiro Sênior Integridade da Informação; Osama Aljaber, Especialista em Democracia Digital; Sare Knoopee Ajay Patel, respectivamente Gerente de Programa e especialista líder do Projeto SELECT; Tatiana Monney, Conselheira Eleitoral.

"No mundo atual altamente interconectado, nenhuma eleição, nenhuma corrida até uma eleição e nenhum monitoramento pós-eleitoral está livre da influência da era digital", disse Guilherme Canela, chefe da seção de Liberdade de Expressão e Segurança dos Jornalistas da UNESCO.

"E isto não é necessariamente um desenvolvimento negativo. Uma esfera digital em expansão tem o potencial de fortalecer a democracia - e a liberdade de expressão, pois todos podem publicar e compartilhar informações, ideias, conhecimentos, preocupações, seja livremente ou a baixo custo, para grandes audiências ao redor do mundo", disse Canela. "Entretanto, ela também abriga riscos, tais como a proliferação de desinformação e discurso de ódio que podem servir para minar e deslegitimar o processo eleitoral e as instituições democráticas em geral".

Sarah Lister, Chefe de Governança do PNUD, acrescenta: "A troca de informações é a força vital das eleições. A troca aberta de informações e espaço para debate e diálogo em torno de idéias concorrentes é fundamental para o processo democrático e eleitoral. Como resultado da digitalização, as oportunidades para buscar, receber e transmitir informações políticas não têm precedentes. Entretanto, o atual ecossistema de informação não está possibilitando esta troca crucial. A legitimidade do processo democrático pode ser manchada por informações não verificadas, bem como manipuladas e poluídas pela desinformação. Este curso online foi projetado para aumentar a contribuição de uma ampla gama de pessoas interessadas em aproveitar as novas oportunidades das tecnologias digitais e, ao mesmo tempo, permanecer vigilantes às ameaças emergentes e contribuir para um ecossistema de informação que conduza a eleições inclusivas, transparentes e confiáveis baseadas no diálogo democrático."

O curso terá cinco módulos semanais:

  • O Módulo 1 cobre o novo paradigma de informação e eleições, incluindo como a internet, as redes sociais, bem como a Inteligência Artificial (IA), afetam os processos eleitorais;
  • O Módulo 2 analisa a desinformação e o discurso de ódio, bem como a violência eleitoral, a violência de gênero eleitoral e a violência contra jornalistas;
  • O Módulo 3 analisa o impacto da desinformação e do discurso de ódio dentro do ciclo eleitoral e as respostas para enfrentá-los;
  • O Módulo 4 examina medidas preventivas para enfrentar práticas prejudiciais online durante eleições e medidas regulatórias;
  • O Módulo 5 se aprofunda em medidas corretivas através de identificação, verificação de fatos e medidas de monitoramento.

Albertina Piterbarg, uma especialista eleitoral e jornalista trabalhando na seção de Liberdade de Expressão e Segurança dos Jornalistas da UNESCO, é a instrutora principal deste curso. Por mais de 20 anos, Piterbarg tem trabalhado nas áreas de comunicação, eleições e participação política das mulheres na Organização dos Estados Americanos (OEA), Operações de Manutenção da Paz da ONU, PNUD, ONU Mulheres e, mais recentemente, UNESCO. Ela participou de missões em Níger, Costa do Marfim, Tunísia, Líbia, Timor-Leste, Nova Caledônia, México, Bolívia, Colômbia, Equador, República Dominicana e Venezuela, entre outros.

Piterbarg será acompanhada por instrutores assistentes nos cursos em francês, português e espanhol. Julie Godignon, consultora com experiência em assistência e observação eleitoral, dará assistência em francês. Lucas Novaes Ferreira, ex-consultor especialista em comunicação da UNESCO na seção de liberdade de expressão e proteção dos jornalistas, estará auxiliando em português. E Cristina Perez Claeys, consultora independente nas áreas de avaliação política e análise de processos eleitorais, será a assistente em espanhol.

Este curso é destinado a profissionais eleitorais e a atores-chave eleitorais, incluindo Órgãos de Gestão Eleitoral (OGEs), Órgãos Reguladores do Audiovisual (ARBs), Organizações da Sociedade Civil (OSCs) de Direitos Humanos e Direitos das Mulheres, observadores eleitorais nacionais e internacionais, atores políticos, organizações acadêmicas e de verificação de fatos. Trabalhadores da mídia, representantes da mídia e jornalistas, incluindo a mídia comunitária e jornalistas cidadãos, também são convidados a se inscrever.

Canela enfatizou a necessidade dos participantes eleitorais de compreender o novo ecossistema digital e seu impacto nas eleições.

"Quer sejam cidadãos que têm interesse em ser alfabetizados digitalmente, OGEs que precisam identificar como garantir eleições livres e justas, políticos que querem garantir um campo de atuação justo ao concorrer nas eleições, empresas de tecnologia que precisam garantir que seu modelo de negócios esteja em conformidade com as leis internacionais de direitos humanos, e jornalistas que devem cobrir as eleições levando em conta estes novos desenvolvimentos", disse ele.

Canela acrescentou que aqueles impactados pela era digital, como OGEs, estão pedindo ajuda para se adaptarem.

"Essa é uma das razões pelas quais estamos lançando este MOOC Eleitoral: estamos respondendo às necessidades e pedidos dos profissionais eleitorais e das partes interessadas", disse ele.

"No Centro Knight, estamos orgulhosos desta nova parceria com duas agências da ONU que já nos ajudaram a levar treinamento a tantos jornalistas ao redor do mundo. Desta vez, porém, o treinamento vai além do jornalismo e da mídia, alcançando outros interessados no impacto da revolução digital nos processos eleitorais", disse o professor Rosental Alves, fundador e diretor do Centro Knight. "Será ótimo ver tantos interessados diferentes tomando parte neste MOOC".

Como todos os cursos do Centro Knight, este MOOC é assíncrono, o que significa que as atividades podem ser concluídas nos dias e nos horários que melhor se adequam à sua agenda. No entanto, há prazos semanais recomendados para que os alunos não fiquem para trás.

Piterbarg ministrará o curso utilizando vídeos, apresentações, leituras, fóruns de discussão e questionários.

Aqueles que completarem com sucesso os requisitos do curso serão elegíveis para um certificado de conclusão. Nenhum crédito acadêmico formal está associado ao certificado.

Então, vamos enfrentar estes desafios juntos e dar os primeiros passos inscrevendo-se agora neste excitante curso online gratuito!

Assine nossos boletins

Inscrever-se